02:21 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Escavação arqueológica

    Antiga cidade bíblica e lendária Igreja dos Apóstolos teriam sido descobertas em Israel

    © Sputnik / Alexei Danichev
    Sociedade
    URL curta
    171
    Nos siga no

    Arqueólogos acreditam ter encontrado prova de um grande evento bíblico, o vilarejo de Betsaida em Israel, onde Jesus teria feito um homem cego voltar a enxergar.

    O vilarejo é mencionado no Novo Testamento, em João 1:44. Além disso, é conhecido como a "vila dos pescadores".

    O local possui uma história preciosa, já que se tratava de um ponto estratégico para a pesca. Na época romana, Betsaida cresceu, prosperou e passou a se chamar Julias por 200 anos, até sumir dos registros devido a uma provável inundação às margens do mar da Galileia.

    Pouco depois, arqueólogos anunciaram a descoberta da Igreja dos Apóstolos ou igreja bizantina, a casa dos apóstolos Pedro e André, uns dos primeiros seguidores de Cristo.

    Acredita-se que os bizantinos tenham construído a igreja simbólica para a cristandade sobre os restos das casas dos dois apóstolos, cita o tabloide Daily Star.

    Bíblia (arquivo)
    Bíblia (arquivo)

    O local teria sido abandonado durante a ocupação islâmica, e habitado nos séculos XII e XIII pelos cruzados.

    As escavações iniciaram em 2016, liderada pelo professor Mordechai Aviam, do Colégio Acadêmico Kinneret, na costa norte do mar da Galileia, em Israel.

    Arqueólogos já desconfiavam que encontrariam uma igreja, pois se depararam com pedaços de mármores esculpidos e mosaicos no chão, típicos dos bizantinos. Agora, planejam prosseguir com as escavações ainda mais profundas, em uma tentativa de revelar completamente o templo.

    Mais:

    Cientistas encontram prova de que rei bíblico foi mesmo uma figura histórica
    Encolhimento da Lua revelado pela NASA ocasiona profecia bíblica da chegada do Apocalipse
    Praga 'bíblica' atinge Itália: é a pior invasão de gafanhotos das últimas 6 décadas, diz mídia
    Tags:
    igreja, Israel, Bíblia, descoberta, arqueologia, cidade
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar