15:20 18 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    3181
    Nos siga no

    Há tempos, esculturas rupestres de um antigo santuário turco deixam os arqueólogos constrangidos, entretanto, esse mistério pôde ter sido revelado.

    Yazilikaya é um santuário hitita de 3.200 anos, que supostamente teve um importante papel religioso, entretanto, atualmente, muitos acreditam que suas esculturas representam um calendário.

    Algumas destas esculturas localizadas na antiga cidade de Hattusa (capital do Império Hitita) mostram divindades chamadas de Anunnaki, que são um grupo de divindades sumérias, acádias e babilônicas. Porém, alguns conspiracionistas acreditavam que as esculturas eram extraterrestres que estavam na Terra para extrair ouro, tendo que deixar o local devido aos descongelamentos das geleiras da Antártica.

    A nova teoria sugere que as esculturas poderiam ser um calendário que estava à frente de seu tempo, segundo o tabloide The Sun.
    "Não é apenas uma ideia, é algo possível e razoável", afirmou o pesquisador Juan Antonio Belmonte, do Instituto de Astrofísica das Ilhas Canárias à New Scientist.

    De acordo com pesquisadores, as esculturas desbotadas fariam com que os números de dias em um mês lunar fossem elevados.

    Por sua vez, Eberhard Zangger, presidente da Luwian Studies e sua colega Rita Gautschy, da Universidade de Basel, acreditam que os entalhes compostos por 12 esculturas representariam os meses do ano, enquanto que o segundo entalhe contendo 30 esculturas representaria os dias dos meses, indica o The Sun

    Com isso, há a possibilidade de que o povo hitita tenha utilizado as esculturas como um calendário, ressaltando a importância à lua cheia e o solstício de verão. Entretanto, não há evidências conclusivas para confirmar a teoria.

    Mais:

    Arqueólogos encontram o mais antigo DNA de vikings em... 'chiclete' (FOTO)
    Arqueólogos russos trazem à tona novos segredos da antiga cidade de Jericó
    Descoberta sensacional: arqueólogos encontram cabeça de estátua de Dionísio em Roma (FOTO)
    Tags:
    Turquia, civilização, estudo, descoberta, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar