05:18 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Imagem artística da sonda para missão Psyche da NASA

    NASA pode enviar sonda a asteroide mais valioso do Sistema Solar

    © Foto: NASA/JPL-Caltech/Universidade do Estado do Arizona/Space Systems Loral/Peter Rubin
    Sociedade
    URL curta
    0 40

    A NASA pretende lançar até 2022 a sonda Psyche com o objetivo de visitar o asteroide do mesmo nome, o 16 Psyche.

    O cinturão de asteroides é composto por três tipos de asteroides: o tipo C (carbonáceos), o tipo S (de sílica) e o tipo M (ricos em metais).

    O 16 Psyche é um asteroide tipo M feito de níquel-ferro, não é um asteroide grande, já que seu raio é de aproximadamente 112 quilômetros, e não é redondo. Ele ainda possui uma composição que se estima ter 90% de ferro.

    Supõe-se que o 16 Psique foi formado através de múltiplos impactos sobre o corpo original sem, entretanto, nunca ter sido atingido com força suficiente para destruí-lo, segundo o portal Extreme Tech.

    O fragmento remanescente representaria o núcleo de ferro de um protoplaneta, possivelmente coberto por uma fina camada de silicatos ou componentes remanescentes do manto original.

    O alto conteúdo de ferro significa que ele está acima de sua classe em peso e massa. Entretanto, o 16 Psyche é considerado o mais massivo do tipo M, com uma massa de 2,23±0,36×1019 kg.

    A sonda Psyche representa duas incríveis oportunidades. Primeiro, o asteroide é o único “mundo de ferro” conhecido no Sistema Solar e, segundo, é muito provável que ele seja o mais próximo que chegaremos para analisar o núcleo de um verdadeiro planeta.

    “Nós estamos tentando nos preparar para qualquer eventualidade, não importa qual. Nossos instrumentos farão medições, observações e descobertas interessantes [...]”, afirma Jim Bell, o pesquisador chefe da missão Psyche, ao portal smithsonian.com.

    Atualmente, a NASA está revendo os planos para a missão antes de decidir no próximo mês sobre o início ou não da construção da sonda.

    O Psyche poderia ser avaliado em US$ 10 quintilhões (R$ 39 quintilhões), devido ao fato de ser quase todo feito de metal, ou seja, na sua composição pode encontrar ferro, níquel e até possivelmente ouro, platina e cobalto.

    Mais:

    Humanidade lida com ameaça 'cataclísmica' de asteroides, avisa cientista
    Nave espacial 'autônoma' pode evitar colisão de asteroides com Terra
    NASA mostra em detalhe superfície do 'asteroide do Apocalipse' (FOTOS)
    Tags:
    asteroide, sonda espacial, estudo, espaçonave
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar