03:34 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Diego Maradona (foto de arquivo)

    O dia em que Maradona 'deu bolo' em Putin

    © Sputnik / Grigory Sysoev
    Sociedade
    URL curta
    215

    Um dos jogadores mais famosos do mundo, Diego Armando Maradona, sempre causa alvoroço quando visita outros países, e não foi diferente com a Rússia.

    O advogado do ex-jogador argentino, Matías Morla, contou no programa de televisão argentina We Can Speak sobre o dia em que o campeão mundial rejeitou um convite do presidente russo, Vladimir Putin, durante a Copa do Mundo na Rússia, além de revelar detalhes de como é ser mediador entre o ídolo e o resto do mundo.

    O advogado contou que ligaram para ele do Kremlin e disseram que Putin receberia Diego às 9h30, e que a agenda seguia normalmente, porém, o jogador quebrou todos os protocolos e disse: "Eu não uso terno de manhã. Não vou."

    Morla contou aos risos no programa que não sabia como explicar à delegação que Diego não poderia ir à reunião sobre a alegação de "não usar ternos de manhã", pois o encontro seria com um dos presidentes mais influentes do mundo.

    Posteriormente, em outro dia, o presidente russo e Maradona se encontraram e não durante o período da manhã.

    Apesar de o campeão mundial sempre elogiar Putin em público, seu advogado revelou que é Maduro o presidente preferido do jogador.

    "Se Maduro disser para ele ‘vir amanhã às 6h da manhã', ele vai", ressaltou o advogado.

    O presidente da Rússia não foi o único líder mundial que sofreu com o cancelamento de Maradona, Morla também contou que ele negou outros convites.

    Quando visitou o Vaticano, Diego abandonou a Santa Sede antes que o papa Francisco o recebesse, pois alegou que o líder católico estava ocupado. Após o imprevisto, o jogador se encontrou com a maior autoridade da Igreja Católica.

    Mais:

    Diego Maradona exige acesso ao treino da Argentina após derrota para Croácia
    Diego Maradona declara apoio a Lula
    'Viva a revolução', Maradona apoia Maduro em mensagem
    Maradona será o novo treinador da seleção russa?
    Tags:
    negar, ex-jogador de futebol, encontro, reunião, Kremlin, Nicolás Maduro, Vladimir Putin, Diego Maradona, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik