15:29 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Confrontos entre policiais e manifestantes durante protesto contra o governo em Brasília, em maio de 2017

    Maioria da população de mais de 20 países acredita que políticos não ligam para o povo

    © Foto : UGT
    Sociedade
    URL curta
    320

    Em uma pesquisa realizada com cidadãos de 25 países, cerca de 59% dos entrevistados disseram, em 23 deles, acreditar que os políticos e os partidos tradicionais não se importam com o bem estar da população em geral.

    O levantamento, realizdo pela Ipsos MORI, apresenta uma queda de 5 pontos percentuais em relação a uma sondagem semelhante realizada há dois anos. Em 2016, 64% dos participantes disseram não acreditar no comprometimento dos políticos com os interesses do povo. 

    A atual pesquisa foi conduzida entre os dias 26 de junho e 9 de julho, na Argentina, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, Chile, França, Alemanha, Reino Unido, Hungria, Índia, Itália, Japão, Malásia, México, Peru, Polônia, Rússia, Espanha, Arábia Saudita, África do Sul, Suécia, Coreia do Sul, Turquia e Estados Unidos. Em alguns deles, foram entrevistadas pouco mais de mil pessoas, enquanto em outros, pouco mais de 500. 

    O mesmo levantamento mostrou que 44% dos participantes acreditam que o seu país se encontra em declínio, percentual também inferior ao de 2016, quando foi de 57%. Na Coreia do Sul, a queda registrada nesse quesito foi ainda mais acentuada, de 71% há dois anos para apenas 31% neste ano. No Brasil, no entanto, 67% dos entrevistados disseram acreditar que a situação no país está deteriorando, crença compartilhada por 64% dos sul-africanos e 58% dos argentinos. 

    Mais:

    Partido de extrema-direita alemão é apontado por pesquisa como segunda força no país
    Brexit é o que mais preocupa trabalhadores do Reino Unido, indica pesquisa
    Índice de desaprovação de Temer bate novo recorde, diz pesquisa
    Trump reeleito? Pesquisa revela o que pensam os eleitores dos EUA a esse respeito
    Tags:
    povo, população, políticos, política, pesquisa, Instituto Ipsos Mori, Mundo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik