15:21 16 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Ministério da Defesa da Rússia informa que navios da Frota do Pacífico russa chegaram à China para participar nos exercícios navais Interação Naval 2016

    Analistas: EUA tentarão impedir avanço nas relações Rússia-China durante governo Trump

    © AP Photo / Zha Chunming/Xinhua
    Sociedade
    URL curta
    27171

    Os EUA tentarão dificultar o desenvolvimento das relações russo-chinesas durante o mandato de Trump, comunica o chefe do Centro econômico e financeiro russo-chinês, Nikolai Kotlyarov.

    "Eles vão tentar piorar as relações, eles são obrigados a fazer isso por causa da oposição global. Nosso objetivo é não permitir que isso aconteça. A Rússia precisa intensificar suas relações com os chineses", disse Kotlyarov. 

    Segundo ele, Moscou deve intensificar as relações com a China, sempre analisando os riscos. 

    O diretor do departamento de segurança internacional da Faculdade de política internacional da Universidade Estatal de Moscou, Aleksei Fenenko, acrescentou que os EUA não somente vão tentar jogar contra o desenvolvimento das relações sino-russas, como já tentaram várias vezes fazê-lo.

    Segundo ele, tais tentativas por parte dos EUA foram iniciadas após a assinatura de acordo entre China e Rússia em 2001 sobre mecanismos de consultas obrigatórias e formação de posição política internacional comum. "A partir desse momento, os norte-americanos entenderam que, depois da queda da URSS, surgiu um novo bloco, que, em tese, bloqueia sua hegemonia. E a partir deste momento, eles começaram a investir na sua ruptura", frisou Fenenko.

    Mais:

    Rumo a novas alianças globais: China-UE e EUA-Rússia
    'Base da nova ordem mundial serão China, Índia, Rússia e EUA'
    Tags:
    cooperação, desenvolvimento, política, opinião, intensificar, oposição, relações, Donald Trump, China, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik