04:28 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Pizza servida na pizzaria Spaccio em Rimini, Itália

    A pizza que pode salvar vida dos que usam drogas

    © Foto: San Patrignano
    Sociedade
    URL curta
    328420

    Sp.accio não é uma pizzaria comum. Dirigida por ex-viciados em drogas como parte de um programa de reabilitação na Itália, uma pesquisa nacional executada pelo site Gastronauta acabou de colocá-la como a melhor pizzaria da Itália. A Sputnik Internacional foi saber as origens do seu sucesso.

    A pizzaria é propriedade da Comunità di San Patrignano, um dos maiores centros de reabilitação italianos localizado em Coriano, perto de Rimini. 

    "Até agora 200 pessoas já foram capazes de voltar à sociedade graças à formação profissional recebida em nossa pizzaria," gerente do restaurante Giuseppe Morgese, 33, disse à Sputnik.

     

    Desde a sua criação em 1978, o San Patrignano tem se especializado no tratamento de usuários de drogas, incluindo a sua reintegração na sociedade através de programas de formação. A pizzaria e loja da comunidade Sp.accio é o sucesso mais recente. Lançado em 2008, ela ficou famosa por ganhar o prémio Melhor Pizza Italiana.

    "A Sp.accio nasceu para dar aos moradores do nosso centro de reabilitação oportunidades concretas de formação no sector da restauração", explicou Morgese. "A reintrodução à sociedade é de fato uma das passagens mais delicadas uma vez que o programa de recuperação da dependência de drogas foi concluído." 

    Início modesto

    "A ideia veio pela primeira vez  a Vicenzo, um cara que ama pizza de Nápoles que estava recuperando no San Patrignano… As primeiras experiências, inicialmente envolvendo apenas poucas pessoas, começaram há 11 anos. Nós testámos a massa, fermentação, coberturas em busca de produtos que dessem os melhores resultados."

    Pizza servida na pizzaria Spaccio em Rimini, Itália
    © Foto: San Patrignano
    Pizza servida na pizzaria Spaccio em Rimini, Itália

    "Nossa ideia era restabelecer a autenticidade e o sabor da comida mais famosa da Itália", acrescentou Morgese.

    Homem iraquiano participa da competição quem come mais pizza em Bagdá, Iraque, 31 de outubro de 2015
    © AFP 2017/ SABAH ARAR
    Os experimentos com novos ingredientes duraram por três anos, até que, em 2008, o centro de reabilitação de San Patrignano abriu sua pizzaria Sp.accio em Rimini, o resort mais famoso à beira-mar da Itália. 

    A resposta do público, de acordo com Morgese, foi muito calorosa desde o início: 

    "A mistura entre pizzas gourmet, um projeto social, instalações bem desenhadas e uma loja onde pode comprar produtos de San Patrignano, bem como uma seleção dos melhores produtos artesanais italianos, acabou por ser um projeto vencedor". 

    'Alimentação Universal'

    Stefano Folco, 29, um dos residentes do San Patrignano, trabalha na pizzaria Sp.accio. 

    "Eu pedi para concluir a minha recuperação com a equipe da Sp.accio porque o mundo da restauração me atrai", disse Folco à Sputnik, "Gosto de trabalhar em equipa e em contato com o público. Eu estava pronto para me testar."

    Pizza servida na pizzaria Spaccio em Rimini, Itália
    © Foto: San Patrignano
    Pizza servida na pizzaria Spaccio em Rimini, Itália

    Para ele, o trabalho na pizzaria foi uma revelação.

    "Eu nunca teria imaginado que eu seria um pizzaiolo [homem que faz pizza] um dia. O mundo da restauração é uma descoberta contínua e fascinante", disse Folco. 

    O aspecto humano é também fundamental:

    "A satisfação de receber elogios por minhas pizzas, ver os clientes comendo bem, é enorme!"

    "A pizza é um prato universal que une as pessoas de diferentes culturas. É uma expressão de italianidade… ser capaz de contribuir para isso é uma honra enorme", disse Folco.

    Mais:

    Filho de Pablo Escobar revela o que 'Narcos' não mostra: 'Meu pai era muito mais cruel'
    Tags:
    reabilitação, drogas, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik