17:22 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    11150
    Nos siga no

    Num arquivo militar na cidade de Podolsk, perto de Moscou, foram descobertos diários privados do Reichsfuehrer SS Heinrich Himmler. As notas são datadas dos anos de 1938, 1942 e 1945.

    Nos diários, cujos fragmentos são citados pela agência Bild, há detalhes cruéis e chocantes sobre o tratamento a cativos e prisioneiros em campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial.

    Numa das notas Himmler escreveu que assistiu uma sessão de massagem e depois ordenou a execução de 10 prisioneiros poloneses em Buchenwald.

    O Reichsfuehrer SS Heinrich Himmler escreveu que mandou especialistas nazistas treinar cachorros para literalmente "esfrangalhar" prisioneiros em Auschwitz.

    Nos seus diários, Himmler descreveu também suas relações com dirigentes de SS, sua família e amigos.

    Os diários serão publicados no próximo ano com comentários de historiadores.

    Heinrich Himmler foi um dos principais líderes do partido nazista e ocupou o cargo de Reichsfuerer de 1929 a 1945. Noi dia 23 do ano de 1945 ele se suicidou, engolindo uma cápsula de cianeto.

    Mais:

    Conselho Judaico condena concurso 'Miss Hitler'
    Stalin ou Hitler, Rússia ou Daesh: EUA devem fazer de novo a escolha
    Presidente do México explicou sua comparação de Trump com Hitler e Mussolini
    Tags:
    diários, nazismo, Waffen-SS, Heinrich Himmler, Adolf Hitler, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar