01:14 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    A planta de cannabis

    Maconha dá segunda chance a atleta desqualificado

    © flickr.com / Sean Douglas
    Sociedade
    URL curta
    0 31

    Floyd Landis, ex-ciclista americano, planeja abrir em 30 de junho seu negócio de venda de produtos preparados da maconha. Anteriormente, o atleta foi privado de seu título de vencedor do Tour de France 2006, depois de teste positivo de sua prova de doping.

    A empresa "Floyd de Leadville" já tem seu site oficial e contas em redes sociais, onde você pode ver uma pequena apresentação dos produtos que serão comercializados em breve, tais como cigarros eletrônicos ou um creme feito de maconha.

    Em seu Twitter, o atleta agradeceu o apoio que tem recebido na criação de sua empresa e disse que está feliz em participar de uma "indústria legítima".

    A "Floyd de Leadville" foi criada no estado de Colorado nos EUA, onde a partir de 2014 o cultivo, a aposse e uso de maconha é legal para os cidadãos maiores de 21 anos.

    Em 2006, Landis se tornou o campeão da competição mais prestigiada do ciclismo mundial, o Tour de France. No entanto, o atleta foi privado de seu título depois de ter falhado um teste de doping, no qual foi encontrado um alto índice de testosterona sintética.

    Por muitos anos, Landis andou dizendo que era inocente, até que em 2011 confessou que havia utilizado substâncias proibidas.

    Mais:

    Obama reduz pena de quase 60 condenados por tráfico de drogas
    Cientistas: drogas psicodélicas ajudam a reabilitar criminosos
    China proíbe gays, drogas e bruxas na televisão
    Tags:
    consumo, uso, cultivo, ciclismo, legítimo, indústria, drogas, negócio, maconha, cannabis, França, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik