16:49 25 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    281
    Nos siga no

    O consórcio Kalashnikov, o maior produtor de armas na Rússia, tenciona produzir uma série de acessórios e peças de vestuário até o fim deste ano.

    Até o fim de 2016 em 60 diferentes cidades da Rússia será aberta uma rede de lojas que venderá artigos de moda, disse o diretor do marketing da companhia Vladimir Dmitriev em uma entrevista ao jornal Izvestia.

    A seção de roupa e acessórios está desenvolvendo. A estreia pública é planejada para setembro e será realizada no âmbito do fórum Exercito 2016 na cidade de Kubinka perto de Moscou.

    O consórcio também apresentará a nova série de armas pequenas criadas para o Ministério da Defesa e setor civil.

    Um esforço analógico para popularizar a marca foi feito pela produtora de veículos blindados Uralvagonzavod. No ano de 2014 a corporação abriu uma loja no aeroporto Koltsovo na cidade de Ekaterimburgo. A loja vende camisas com imagens de veículos blindados russos, casaquinhos e calças em estilo militar, bolsas esportivas e outros objetos.

    “Além do desenvolvimento dos produtos novos, nós planejamos dobrar as nossas vendas de armas pequenas a 5.8 bilhões de rublos [cerca de 311 milhões de reais, ou seja, 165.000 artigos] e começar as vendas de pelo menos 10 artigos novos”, tinha afirmado mais cedo o chefe do consórcio Aleksei Krivoruchko.

    O consórcio Kalashnikov foi fundado em agosto de 2013, quando a Fábrica de Mecânica de Izhevsk foi fundida e formalmente renomeada como Kalashnikov Concern.

    Mais:

    Contradições da OTAN: sim às armas nucleares, não à Guerra Fria
    Consórcio russo Kalashnikov espera aumentar venda de armas em 2017
    Rússia já destruiu 93% de suas armas químicas
    Tags:
    moda, Kalashnikov Concern, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar