22:55 18 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Passageiros norte-coreanos do metrô de Pyongyang (Arquivo)

    Mistério subterrâneo de Pyongyang: fotos do metrô norte-coreano

    © REUTERS/ David Guttenfelder
    Sociedade
    URL curta
    133045293

    A Coreia do Norte não entra na lista das destinações turísticas mais populares do mundo. Por isso, qualquer informação sobre este país misterioso incita a nossa curiosidade.

    Nem todos sabem que a capital norte-coreana tem um metrô. Antes de 2014, os turistas tiveram direito de visitar só duas estações, o que provocou muitas teorias de conspiração.

    Os viajantes esperam por trens no metrô de Pyongyang, a capital norte-coreana
    © AP Photo/ Vincent Yu
    Os viajantes esperam por trens no metrô de Pyongyang, a capital norte-coreana

    Na altura, pensava-se que o metrô era puramente para inglês (ou estrangeiro de outra nacionalidade qualquer) ver. Alegava-se até que outras estações não existiam e os passageiros eram atores. Havia também rumores de que, devido à falta da eletricidade, os vagões só se movem quando chegam os visitantes.

    Pintura mural de mosaico no metrô de Poyngyang.
    Pintura mural de mosaico no metrô de Poyngyang.

    No entanto, recentemente, alguns turistas estrangeiros têm conseguido dar uma olhada em todas as estações em ambas as linhas do Metrô de Pyongyang.

    Pintura mural de mosaico no metrô de Poyngyang.
    Pintura mural de mosaico no metrô de Poyngyang.

    Acredita-se que a construção foi iniciada depois de Kim Jong-il, na altura com 24 anos de idade, visitar Pequim em 1966 e ficar inspirado pela construção do metrô lá.

    Pintura mural de mosaico no metrô de Poyngyang.
    Pintura mural de mosaico no metrô de Poyngyang.

    O pai dele, o então líder do país, Kim Il-sung queria demonstrar a superioridade da Coreia do Norte sobre o Sul e começou as obras em 1968, três anos antes do início da construção da rede em Seul (1971).

    Metrô de Pyongyang
    Metrô de Pyongyang

    A Coreia do Norte afirma ter construído a rede subterrânea apenas com as suas próprias forças. No entanto, existem provas de que atraiu um grande número de trabalhadores de fora: o projeto foi desenvolvido com a ajuda dos projetistas soviéticos, engenheiros chineses e tchecos e especialistas de material circulante alemães.

    Os peões andam através a estação de metrô Puhung (ou seja, reabilitação) na capital norte-coreana de Pyongyang (Arquivo)
    © AFP 2017/ PETER PARKS
    Os peões andam através a estação de metrô Puhung (ou seja, reabilitação) na capital norte-coreana de Pyongyang (Arquivo)

    Estação de metrô Komsomolskaya
    © Foto: David Burdeny
    O estilo, na verdade, faz lembrar o estilo do metrô de Moscou estalinista, com grandes monumentos, candelabros e outro tipo de elementos decorativos.

    O metrô de Pyongyang é reconhecido como o mais profundo do mundo, chegando a mais de 110 metros de profundidade. No entanto, o metrô em São Petersburgo também afirma ser o mais profundo, com base na profundidade média de todas as suas estações.

    Graças à profundidade, o metrô pode ser usado como abrigo em caso de conflito armado.

    Metrô de Pyongyang
    Metrô de Pyongyang

    O sistema é composto por duas linhas. Há, porém, muita especulação sobre a existência de linhas secretas adicionais que são usados apenas por altos funcionários.

    Mapa do metrô da capital norte-coreana de Pyongyang (Arquivo)
    © AFP 2017/ MOIRA PERRUSO
    Mapa do metrô da capital norte-coreana de Pyongyang (Arquivo)

    Quanto ao material circulante, a Coreia do Norte sempre alegou que é ela que o tinha fabricado. No entanto, as fontes de mídia dizem que as primeiras quatro unidades foram construídas pela China e depois foram vendidas ao metrô de Pequim.

    Desde 1998, o metrô de Pyongyang usou o ex-material circulante do U-Bahn de Berlim.

    No metrô de Pyongyang, você não vai ver ou ouvir comerciais. Ao invés de cartazes comerciais, as paredes estão cheias de retratos dos líderes norte-coreanos.

    Os passageiros norte-coreanos esperam para partir numa estação de metrô na capital norte-coreana, Pyongyang (Arquivo)
    © AFP 2017/ MARK RALSTON
    Os passageiros norte-coreanos esperam para partir numa estação de metrô na capital norte-coreana, Pyongyang (Arquivo)

    Os nomes das estações não se relacionam ao local onde se encontram, mas sim aos temas da revolução e a glorificação do regime.

    Mais:

    ‘Gato terrorista’ se perde em metrô de Moscou
    Aluga-se quarto mobilado. Endereço: metrô de Berlim
    Tags:
    metrô, Pyongyang, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik