04:45 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Em 3 de março de 2016, deficientes físicos bolivianos se fizeram suspender de uma ponte em Cochabamba

    Cadeirantes voadores ocupam centro da Bolívia

    © AFP 2017/
    Sociedade
    URL curta
    0 21

    A mídia boliviana está atenta às ações de um grupo de iniciativa de pessoas com deficiência. No início da semana, vários ativistas deficientes escolheram uma ponte na cidade de Cochabamba para realizar uma manifestação.

    A manifestação foi também a do poder físico dos deficientes, que reclamam da falta de atenção por parte do governo. Em 29 de fevereiro, um grupo de cadeirantes ficou suspendido em uma ponte de Cochabamba exigindo o dobro do subsídio mensal, para que atinja os 500 bolivarianos (cerca de 281 reais). Esta ação foi repetida em 3 de março.

    Vários dos manifestantes pertencem aos grupos Akiperdis (Associação Kanata Integral de Pessoas com Deficiência) e Sindicato 4 de Mayo Educação Vial. De acordo com os deficientes, citados pelo jornal Los Tiempos, eles passaram um mês sem ser atendidos nem obter nenhum tipo resposta das autoridades.

    Segundo o jornal mexicano Diario, a Bolívia tem cerca de 38 pessoas com deficiência permanente.

    Tags:
    manifestações, saúde, deficiência, Cochabamba, América Latina, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik