04:04 18 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Morador perto da sua casa destruída após bombardeio

    Deputados e empresários ucranianos se disfarçam de refugiados para ir à UE

    © Sputnik / Irina Gerashchenko
    Sociedade
    URL curta
    183

    Nem só os que sofreram das ações militares na Ucrânia tentam fugir para a Europa. Há habitantes das regiões bastante prósperas.

    Segundo a agência de notícias ucraniana Vesti, os destinos mais populares entre os ucranianos são a Espanha, a Polônia e a República Tcheca, pois são países que tratam a Ucrânia com mais lealdade.

    A razão principal para o asilo é a guerra na Ucrânia. No entanto, em muitos casos os ucranianos beneficiam da situação militar para se deslocar para a Europa. Por exemplo, habitantes de Carcóvia e Lvov dizem estar fugindo da guerra, mas lá não há ações militares. Mais do que isso, juridicamente a Ucrânia não está em estado de guerra – somente uma “operação antiterrorista” está sendo realizada, conforme Kiev.

    Para provar que eles sofreram das ações militares os ucranianos falsificam documentos e fotografias de casas destruídas.

    Refugiados ucranianos atravessam fronteira entre a Ucrânia e a União Europeia
    © Sputnik / Vitaliy Podvitsky
    Vão se aproximando da fronteira com a União Europeia, os refugiados... Não, peraí!

    Segundo a edição, até deputados e empresários tentam obter asilo. Por exemplo, um empresário descansava na Turquia ao mesmo tempo procurando se tornar refugiado.

    Mais:

    Ordem de Poroshenko é teste para novo presidente da Polônia
    Milhares de pessoas podem ter desaparecido durante conflito na Ucrânia
    Kiev pretende remover cerca de 100 monumentos soviéticos
    Tags:
    crise ucraniana, refugiados, UE, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik