06:26 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    0 56
    Nos siga no

    O governador do estado da Califórnia (EUA), Jerry Brown, declarou situação de emergência no condado de Santa Barbara após vazamento em oleoduto.

    Até o momento em que começaram os trabalhos de limpeza e as autoridades federais passaram a investigar como o oleoduto vazou, o petróleo já tinha poluído as praias e agora ameaça a vida selvagem ao longo da costa da Califórnia, cuja extensão é de 14 km.

    Até 400 mil litros vazaram em terra. Uma quinta parte desta quantidade, cerca de 80 mil litros, alcançou o mar, segundo estimativas apresentadas pelos funcionários. O petróleo bruto estava vazando do tubo a 84 mil litros por hora quando foi detectado pela primeira vez na terça-feira (19). A operação de reparo do oleoduto demorou mais de três horas. Os funcionários da companhia não informaram quanto tempo o oleoduto vazou antes de o problema ser descoberto.

    Os reguladores federais do Departamento dos Transportes que supervisionam a segurança do oleoduto investigaram a causa do vazamento, a condição do tubo e as potenciais violações regulatórias.

    O oleoduto de 60 centímetros de diâmetro, construído em 1991, não apresentou problemas no passado e foi rigorosamente examinado em 2012, de acordo com a Plains All American Pipeline, que é a proprietária do sistema. O tubo passou por testes semelhantes há duas semanas, mas os resultados ainda não foram revelados.

    "A Plains assume responsabilidade pelo acidente e paga por tudo relacionado com este vazamento", disse Darren Palmer, gerente distrital da companhia.

    Não houve nenhuma avaliação do custo da limpeza ou do tempo que isso pode levar.

    Uma combinação de praias sujas e mau cheiro de petróleo fez as autoridades dos parques estaduais fecharem as praias Refugio State Beach e El Capitan State Beach, que são acampamentos muito populares em Santa Barbara.

    O dano ambiental é evidente nessa área, mas segundo disse o capitão Mark Crossland, funcionário do Serviço de Pesca e Vida Selvagem, não há peixes ou aves encontrados mortos na água ou no litoral. 

    A capitã Jennifer Williams, da Guarda Costeira dos EUA, afirmou que o vazamento de petróleo espalhou-se através da costa de Santa Barbara, Califórnia, após o acidente no oleoduto, que causou cerca de 21.000 galões de petróleo bruto vazados para o oceano Pacífico. 

    Os trabalhadores vestidos em equipamentos de proteção retiram a lama preta das praias.

    Equipes especiais fazem limpeza na praia depois de vazamento de petróleo, Refugio State Beach, Califórnia
    © AP Photo / Michael A. Mariant
    Equipes especiais fazem limpeza na praia depois de vazamento de petróleo, Refugio State Beach, Califórnia

    "A retirada do petróleo é um processo complicado que envolve muito trabalho manual, tendo em consideração os fatores ambientais. Isto pode ser um processo lento mas precisamos ter certeza de que as praias voltem à sua condição original", disse Williams.  

    Uma fonte oficial da Califórnia confirmou que os Estados Unidos precisam começar a olhar de forma mais responsável as indústrias que geram poluição.

    Tags:
    acidente, Califórnia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar