01:05 19 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Narendra Modi

    A 'diplomacia da selfie' do primeiro-ministro indiano

    © AFP 2018 / SAUL LOEB
    Sociedade
    URL curta
    0 92

    O primeiro-ministro indiano Narendra Modi ganhou a simpatia de milhões de chineses ao fazer uma selfie com o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, durante a sua visita oficial a Pequim.

    Ele não só fez a selfie como também a colocou no Facebook e no Twitter — redes sociais oficialmente proibidas na China — bem como na rede social chinesa Weibo, onde ele criou uma conta antes da viagem. Para o líder indiano, a atividade nas redes sociais é algo habitual. Mas a vida pessoal dos altos funcionários chineses é considerada um segredo de Estado. 

    O primeiro-ministro indiano inventou uma nova "diplomacia da selfie". Ele mantém com sucesso este novo formato no seu Twitter. A foto com o presidente da Mongólia Tsakhiagiin Elbegdorj, durante a sua visita a este país, é mais um exemplo.

    No ano passado, durante sua ida à Austrália Narendra Modi também não conseguiu resistir ao seu desejo de fazer uma selfie com o primeiro-ministro Tony Abbott.

    Narendra Modi começou a usar as vantagens das redes sociais durante a campanha eleitoral parlamentar em fevereiro passado. Em Nova Deli apareceram locais especiais onde qualquer pessoa poderia fazer uma selfie com o primeiro-ministro do país. Um programa especial fazia a montagem da foto. A imagem final era enviada via e-mail ou SMS ao usuário.

    A campanha "Selfie com Modi" em um país com mais de 200 milhões de usuários de Internet teve muito sucesso. Em dez dias foram feitas mais de 70 mil selfies. Em resultado, o partido de Modi conquistou a maioria dos assentos na Assembleia Legislativa de Delhi — 32 dos 70.

    Mais:

    Índia equipará fragatas e destróieres com mísseis supersônicos russo-indianos
    Tags:
    selfie, Narendra Modi, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik