05:47 30 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    81459
    Nos siga no

    Os EUA seguirão impondo sanções contra as empresas ligadas à construção do Nord Stream 2, informou a Casa Branca.

    Além disso, Jake Sullivan, conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, afirmou que Washington está preparando um novo pacote de sanções contra a Rússia com relação ao caso Navalny.

    "Impusemos sanções contra a Rússia pelo envenenamento de Aleksei Navalny [...] Estamos preparando mais um pacote de sanções para ser aplicado neste caso", ressaltou à CNN.

    Jake Sullivan também informou que a Casa Branca vai avaliar o resultado da cúpula entre Putin e Biden segundo o comportamento de Moscou.

    A Casa Branca também informou que dispõe de uma reserva de US$ 100 milhões (R$ 509 milhões) para uma possível assistência adicional à Ucrânia.

    "O Congresso alocou US$ 275 milhões [R$ 1,4 bilhões] para apoiar a Ucrânia neste ano [fiscal], eles deviam ter sido gastos até setembro [...] Estes fundos foram criados quando milhares de soldados russos se acumularam na fronteira com a Ucrânia. Quando essas tropas recuaram e não avançaram para a Ucrânia, os fundos [de US$ 100 milhões] ficaram em reserva, caso sejam necessários futuramente", afirmou Sullivan.

    Ao ser questionado por qual motivo a Casa Branca estava otimista com os resultados da cúpula, achando que a Rússia mudaria seu comportamento, Sullivan afirmou que o presidente norte-americano Joe Biden não falou nada disso.

    "Ele afirmou que a qualidade do pudim é determinada pelo sabor, ou seja, nos próximos seis a 12 meses observaremos na prática, e não em palavras, compromissos ou por sinais, se temos uma melhor via aplicável à relação entre os EUA e a Rússia", afirmou.

    Jake Sullivan ressaltou que Biden "não aceita nada como garantido" após a cúpula com o líder russo, Vladimir Putin, em Genebra.

    "Confiança não é a palavra certa, otimismo não é a palavra certa. É importante a verificação, a capacidade de observar se a relação pode, de fato, mudar para uma base mais estável e previsível", concluiu.

    Os chefes de Estado dos EUA e da Rússia, Joe Biden e Vladimir Putin, respectivamente, estiveram em Genebra na quarta-feira (16) para um diálogo bilateral.

    Mais:

    Biden pediu conselhos à OTAN antes de reunião com Putin, diz funcionário do governo norte-americano
    Pompeo classifica de 'enorme fraqueza' recusa de Biden de realizar coletiva de imprensa com Putin
    Cúpula mais esperada: Vladimir Putin se encontra em Genebra com Joe Biden (VÍDEO)
    Tags:
    Casa Branca, cúpula, Aleksei Navalny, sanções, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar