01:41 24 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    0 301
    Nos siga no

    Após Seul, Pequim mostrou interesse na cooperação no projeto de construção da Estação Internacional do Ártico Snowflake.

    "A China já anunciou que está pronta para se juntar, está mostrando interesse no projeto, incluindo no fornecimento de equipamento", afirmou Nikolai Korchunov, responsável pela cooperação internacional no Ártico no Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

    De acordo com Korchunov, a Coreia do Sul já decidiu que vai participar na construção da estação internacional.

    Projetada para ser criada durante a presidência russa do Conselho Ártico em 2021-2023, a Estação Internacional do Ártico Snowflake é uma plataforma única de cooperação internacional entre engenheiros, pesquisadores, cientistas e estudantes que trabalham em soluções ousadas para a vida e o trabalho no Ártico.

    Em novembro de 2020, Korchunov anunciou que Seul está criando um fundo para trabalhar com a Rússia na indústria de hidrogênio, bem como na criação da estação, que poderia se tornar o primeiro projeto do fundo.

    A base militar Trifólio Ártico foi construída nas ilhas Alexandre (um conjunto de pequenas ilhas desabitadas da Terra de Francisco José, no Ártico Russo)
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    A base militar "Trifólio Ártico" foi construída nas ilhas Alexandre (um conjunto de pequenas ilhas desabitadas da Terra de Francisco José, no Ártico Russo)

    A Estação Internacional do Ártico Snowflake se tornaria uma instalação energética completamente livre de combustíveis fósseis devido a fontes de energias renováveis e ao combustível de hidrogênio.

    A estação, de forma similar a flocos de neve, vai consistir de diversos prédios em forma de cúpula conectados por passagens.

    O objetivo das instalações é permitir que parceiros russos e estrangeiros testem e demonstrem tecnologias de suporte de vida amigáveis ao meio ambiente, novos materiais, sistemas de casas inteligentes e aldeias inteligentes, bem como soluções biotecnológicas, médicas, robóticas e operadas por IA.

    A estação será também um veículo de apoio à pesquisa conjunta sobre mudanças climáticas, ecologia e poluição ambiental, incluindo nos oceanos.

    Funcionando como um "laboratório vivo", a estação proporcionará uma base tecnológica e econômica para ampliar as soluções recém-desenvolvidas para uso generalizado.

    Mais:

    Três submarinos nucleares russos emergem do gelo no Ártico ao mesmo tempo pela 1ª vez (VÍDEO)
    Alguns países tentam enfraquecer posição da Rússia no Ártico, diz Medvedev
    Rússia acha preocupante atividade militar britânica no Ártico
    Tags:
    estação, cooperação, projetos, projeto, Ártico, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar