11:47 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    360
    Nos siga no

    Foi realizada nesta sexta-feira (4) uma reunião de ministros das Relações Exteriores do BRICS, sob a presidência de turno da Federação da Rússia, para discutir uma série de assuntos multilaterais.

    No evento, realizado por videoconferência, os chanceleres de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul trocaram impressões sobre as grandes questões das agendas internacional e regionais nas esferas política, de segurança, econômica, comercial, financeira e de desenvolvimento sustentável, bem como avaliaram o progresso nas atividades intra-BRICS e discutiram também possibilidades de apoio mútuo a suas iniciativas e cooperação mais estreita na 75ª sessão da Assembleia Geral da ONU, conforme explicou o Itamaraty em nota enviada à Sputnik Brasil. 

    Pautados pela comemoração do 75º aniversário da fundação das Nações Unidas, os ministros reafirmaram o compromisso de seus países de preservar e respeitar o direito internacional, com a ONU desempenhando papel central para que Estados soberanos cooperem para manter a paz e a segurança, fazer avançar o desenvolvimento sustentável e garantir a promoção e a proteção dos direitos humanos e das liberdades fundamentais para todos.

    "Os ministros conclamaram ainda por uma postura resoluta contra a reabilitação da ideologia nazista, o racismo e a xenofobia, e a distorção da história. Reafirmaram a necessidade de fortalecer a cooperação internacional para construir um futuro compartilhado mais brilhante para a comunidade internacional. Enfatizaram seu apoio aos esforços para tornar a governança internacional mais inclusiva, representativa e participativa, com maior participação dos mercados emergentes e países em desenvolvimento na tomada de decisões internacional", disse o Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

    Temas como a pandemia da COVID-19, controle de armas, aumento da violência, conflitos internacionais, combate ao terrorismo, às drogas e à corrupção também foram tratados, e todos elogiaram o fato de que, apesar de todos os desafios de 2020, o grupo conseguiu manter o ímpeto e continuar suas atividades, visando a produzir resultados concretos em benefício dos cidadãos. 

    "A Rússia enfatizou sua determinação de garantir o avanço da parceria estratégica do BRICS nos três pilares de política e segurança, economia e finanças, e cultura e intercâmbios interpessoais. Índia, China, África do Sul e Brasil estenderam total apoio à Rússia para sediar a XII Cúpula do BRICS no outono de 2020 e se comprometeram a trabalhar conjuntamente por resultados frutíferos."

    Mais:

    EUA tentam dividir os BRICS convidando Brasil, Rússia e Índia para o G7, diz especialista
    Bolsonaro diz ter dialogado com Putin sobre BRICS e luta contra COVID-19
    Banco do BRICS empresta US$ 1 bilhão ao Brasil para amenizar golpe econômico da COVID-19
    Tags:
    diplomacia, economia, política, bloco, mundo, ministros, reunião, BRICS, África do Sul, China, Índia, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar