10:58 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Jornalista russo e chefe do portal RIA Novosti Ucrânia, Kirill Vyshinsky, no tribunal de Kherson enquanto este considera a apelação do caso, 1º de junho de 2018

    Jornalistas russos pedem a Zelensky que contribua para libertação de seu colega Vyshinsky

    © Sputnik / Stringer
    Rússia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Jornalistas russos escreveram ao vencedor nas eleições presidenciais da Ucrânia, Vladimir Zelensky, uma carta em que apelam para ele contribuir para a libertação do chefe da filial da agência RIA Novosti em Kiev, Kirill Vyshinsky.

    Na carta, cuja cópia a Sputnik possui, se recorda que Vyshinsky está detido desde 15 de maio do ano passado e "durante todo este tempo ele está sendo acusado da alta traição apenas por ter feito honestamente seu trabalho, cumprindo seu dever de jornalista".

    "O senhor disse que a mídia deve ser livre ao máximo. Mas aquilo que acontece com Kirill é uma violação das normas europeias e dos direitos humanos e dos jornalistas. Apelamos a que o senhor preste atenção para a situação de Kirill e faça tudo o que está em seu poder para que ele fique em liberdade o mais rapidamente possível", escreveram os autores da carta.

    O chefe do portal RIA Novosti Ucrânia foi detido em Kiev no dia 15 de maio de 2018, acusado de apoiar as autoproclamadas República Popular de Donetsk (RPD) e República Popular de Lugansk (RPL) e de traição. O jornalista pode ser condenado a 15 anos de prisão.

    No fim de março a corte prolongou a prisão do jornalista até 24 de maio.

    Mais:

    Portugal condena prisão do jornalista russo Kirill Vyshinsky na Ucrânia
    Kiev está pronta para trocar Kirill Vyshinsky e outros 12 por ucranianos presos na Rússia
    Prisão de Kirill Vyshinsky na Ucrânia 'remete às ditaduras', diz jornalista brasileira
    Tags:
    Kirill Vyshinsky, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar