23:33 18 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Um Boeing 737 Max

    Rússia fecha seu espaço aéreo aos Boeing 737 MAX

    CC BY-SA 2.0 / pjs2005 / Boeing 737-8 MAX N8704Q rotated
    Rússia
    URL curta
    11180

    A Agência Federal de Transporte Aéreo da Rússia (Rosaviatsia) proibiu os voos dos aviões Boeing 737 MAX no espaço aéreo russo até novas instruções.

    "A Rosaviatsia […] enviou uma notificação NOTAM indicando que os voos dos aviões dessa modificação são proibidos no espaço aéreo russo até novas instruções", disse o chefe da agência, Aleksandr Neradko.

    A Rússia se juntou a outros mais de 40 países, incluindo o Brasil, que decidiram banir temporariariamente as aeronaves 737 MAX da Boeing, após o acidente com a Ethiopian Airlines. 

    O acidente fatal ocorreu no domingo (10). Um avião deste modelo caiu logo após decolar de Addis Abeba. Todas as 157 pessoas a bordo do avião da companhia aérea etíope morreram no acidente, o segundo envolvendo o mesmo modelo de avião nos últimos cinco meses. No final de outubro, um Boeing 737 MAX da companhia aérea Indonesian Lion Air mergulhou no mar de Java pouco depois da decolagem, matando 189 pessoas.

    Segundo a Boeing, 350 aeronaves deste modelo são operadas por cerca de 50 companhias aéreas no mundo.

    Mais:

    Novo chefe do Pentágono declara-se suspeito em assuntos que envolvem a Boeing
    Tags:
    Boeing 737 MAX, Boeing, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar