06:09 22 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Guarda Nacional da Venezuela na fronteira com a Colômbia

    Rússia diz que EUA preparam provocações na fronteira da Venezuela

    © REUTERS / Carlos Eduardo Ramirez
    Rússia
    URL curta
    25445

    Os Estados Unidos estão preparando uma provocação na Venezuela sob o pretexto de entregar ajuda humanitária, que deve ocorrer em 23 de fevereiro. Quem afirma é o vice-representante russo na ONU, Dmitry Polyansky, em uma reunião do Conselho de Segurança da ONU nesta quinta-feira.

    "Aparentemente, estando em um frenesi provocativo, nossos colegas americanos, que agora estão preparando uma provocação flagrante na fronteira colombiana-venezuelana, marcada para 23 de fevereiro, estavam entusiasmados demais e decidiram se envolver em insinuações e notícias falsas no Conselho de Segurança", disse Polyansky.

    A declaração apareceu momentos depois que o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou que irá fechar a fronteira com o Brasil. De acordo com o líder venezuelano, o anúncio sobre a entrega de ajuda humanitária dos EUA e do Brasil é um pretexto para interferir na política interna da Venezuela. 

    A Rússia, por sua vez, realizou nesta semana um envio autorizado pelo governo venezuelano de 300 toneladas de ajuda humanitária para a Venezuela.

    ​A Venezuela enfrenta uma profunda crise econômica e política. Depois que o líder da oposição, Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional, proclamou-se um presidente interino da República, os Estados Unidos o reconheceram como chefe.

    Mais:

    Rússia fornece à Venezuela medicamentos e equipamento médico, segundo fonte
    Maduro: Rússia entregará 300 toneladas de ajuda humanitária à Venezuela
    EUA e Assembleia Nacional da Venezuela discutem destino de dívida venezuelana com Rússia
    'Tire as mãos do nosso hemisfério': senador ameaça Rússia se erguer base na Venezuela
    Qual seria o único empecilho para investimentos da Rússia na Venezuela?
    Tags:
    Venezuela, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar