07:55 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Colheita de grãos

    Rússia busca 'alimentar todo o planeta', garante premiê Medvedev

    Pedro Revillion/ Palácio Piratini
    Rússia
    URL curta
    7251

    A Rússia busca expandir suas exportações agrícolas, buscando alimentar todo o planeta, disse o primeiro-ministro russo Dmitry Medvedev. A declaração dele acontece quando o país desfruta de um aumento recorde nas exportações de grãos.

    "Nosso país é, como dizem, destinado pelos céus a alimentar todo o planeta. E nós tentaremos fazer isso", afirmou Medvedev a jornalistas de canais de TV russos em uma importante entrevista ao ar nesta quinta-feira.

    Além de ser o "destino" do país, os alimentos fazem "bens de exportação agradáveis", acrescentou o primeiro-ministro russo. A agricultura da Rússia expandiu-se bastante nos últimos anos, tornando-se uma indústria sólida e lucrativa, ao contrário do que era há algumas décadas.

    "Nos anos 90, a agricultura era chamada de 'buraco negro', onde não se deve investir, nos disseram que não deveríamos nos alimentar, já que podemos comprar tudo em outro lugar", comentou Medvedev.

    "Agora, isso alimenta todo o nosso país. Alcançamos os principais objetivos em relação à segurança alimentar e estamos exportando grãos e outros produtos para o mercado mundial", acrescentou.

    Este ano, a Rússia teve um grande crescimento de suas exportações agrícolas, tornando-se o maior exportador mundial de trigo. De janeiro a setembro de 2018, as exportações da farinha de trigo e de mescal da Rússia aumentaram 54,3% em comparação com o ano anterior.

    A quantidade de alimentos que as importações do condado, por sua vez, continuaram a encolher. As importações de grãos para a Rússia caíram 11,1% durante o mesmo período. As importações de cevada sofreram um enorme declínio, caindo 94%.

    Mais:

    Medvedev defende o multilateralismo e não vê vencedores em guerra comercial
    Rússia vai reagir contra os que tentarem conter suas atividades no mundo, diz Medvedev
    Medvedev: Economia estável acalmou mercados russos após novas sanções dos EUA
    Tags:
    exportações, alimentação, agricultura, colheita, grãos, Dmitry Medvedev, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik