16:48 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    O primeiro-ministro russo Dmitry Medvedev na Crimeia

    Medvedev defende o multilateralismo e não vê vencedores em guerra comercial

    © Sputnik / Dmitry Astakhov
    Rússia
    URL curta
    280

    A atual guerra comercial está trazendo benefícios para alguns países agora, mas no final, não haverá vencedores, disse o primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev, nesta segunda-feira.

    "[A guerra comercial] está em andamento. E todos nós estamos testemunhando que esta guerra, em geral, já está dando frutos para alguns países que estão tentando impor seu rumo. Por outro lado, há prejuízos para todo o comércio mundial. Porque, afinal, como em qualquer guerra desse tipo, é claro que não haverá vencedores aqui", declarou Medvedev a repórteres.

    O primeiro-ministro russo também expressou esperança de que, no futuro, mais países apoiem o princípio do livre comércio.

    "Defendemos preservar o regime de comércio livre e aberto, o princípio do chamado multilateralismo ou das relações multilaterais no comércio, e tentar consolidar esses princípios, mas em bases mais modernas. Espero que em algum momento possamos para convencer outros estados da necessidade de apoiar esta posição", salientou Medvedev.

    Ele também observou que esta posição teve muitos adeptos.

    "Eles [apoiadores] incluem a China, países europeus e vários outros países, incluindo nossos parceiros da República Socialista do Vietnã, onde estamos agora", disse Medvedev.

    A China e os Estados Unidos estão atualmente engajados em uma grande disputa comercial que resultou do fato de o presidente dos EUA, Donald Trump, ter introduzido tarifas de importação de aço e alumínio em março.

    As tensões se aprofundaram no final de maio, quando Washington anunciou que US$ 50 bilhões em mercadorias chinesas estariam sujeitos a tarifas de 25%. Desde então, os dois países trocaram várias rodadas de direitos comerciais entre si.

    Mais:

    Guerra comercial entre EUA e China está se tornando 'nuclear'?
    Ministério das Finanças russo revela pior cenário da guerra comercial
    Empresário chinês: EUA pararam fornecimento de petróleo à China em meio à guerra comercial
    Tags:
    multilateralismo, guerra comercial, cooperação comercial, economia, comércio, Dmitry Medvedev, Estados Unidos, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik