21:14 12 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Vladimir Putin fala com presidente Trump na cúpula da APEC no Vietnã

    Trump pode pedir a Putin que extradite russos acusados de interferência nas eleições

    © Sputnik / Mikhail Klimentyev
    Rússia
    URL curta
    619

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não descartou a possibilidade de pedir ao presidente russo, Vladimir Putin, a extradição de 12 russos acusados de participar da suposta interferência de Moscou nas eleições de 2016.

    "Bem, eu poderia [pedir a extradição]. Eu não tinha pensado nisso. Mas eu certamente vou perguntar sobre isso. Mas novamente, isso foi durante o governo [Barack] Obama. Eles estavam fazendo o que quer que fosse durante o governo Obama", respondeu o presidente a repórteres.

    Trump destacou ainda que houve tentativas de hackear o Partido Republicano durante as eleições, mas que a legenda tinham sistemas superiores de segurança cibernética que o Comitê Nacional Democrata. "Eles deveriam ter vergonha de si mesmos por se permitirem ser hackeados", declarou Trump.

    O presidente afirmou ter "baixas expectativas" quanto à cúpula a ser realizada com Putin em Helsinque, mas que acredita em um resultado positivo. "Eu acho que é uma coisa boa de se conhecer. Eu acredito em reuniões… Nada de ruim vai sair disso e talvez alguma coisa boa saia daí".

    Na sexta-feira, o vice-procurador-geral dos EUA, Rod Rosenstein, anunciou que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos havia processado 12 cidadãos russos que supostamente trabalhavam para o serviço de inteligência russo. Os indivíduos são acusados ​​de invadir o Comitê Nacional Democrata (DNC) e a campanha da candidata derrotada à presidência Hillary Clinton.

    Os Estados Unidos não têm tratados de extradição com a Rússia, o que torna o pedido de Trump virtualmente impossível. Usualmente, a política externa adotada por Putin também não extradita cidadãos russos.

    Tags:
    Partido Democrata, Partido Republicano, Departamento de Justiça dos Estados Unidos, Comitê Nacional Democrata, Barack Obama, Hillary Clinton, Rod Rosenstein, Vladimir Putin, Donald Trump, Rússia, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik