16:59 23 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Vista do Kremlin e Ministério das Relações Exteriores da Rússia

    Moscou acusa OSCE de interferir na legislação russa

    © Sputnik / Yevgeny Biyatov
    Rússia
    URL curta
    261

    A Organização para a Segurança e Cooperação da Europa (OSCE) elaborou um relatório em que recomenda que a Rússia realize reformas em seu sistema eleitoral. A diplomacia respondeu criticou o relatório da organização.

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia declarou nesta quarta-feira (6) que o relatório do Escritório de Instituições Democráticas e Direitos Humanos da OSCE sobre as eleições presidenciais na Rússia é politicamente motivado. 

    De acordo com o relatório, as autoridades russas "devem realizar uma reforma eleitoral para simplificar o processo e esclarecer as cláusulas ambíguas nas leis eleitorais, especialmente aquelas relacionadas ao registro de candidatos, à campanha de propaganda e à publicação na mídia". 

    "Somos forçados a verificar que este relatório é mais uma prova do viés político do Escritório, cuja metodologia é prejudicada por 'padrões duplos' tanto na formação de missões de supervisão quanto na preparação de conclusões finais", diz a diplomacia russa..

    A chancelaria acrescentou que "em seus comentários, o Escritório foi muito além de seu mandato, interferindo abertamente nos processos legislativos da Rússia, não relacionados às eleições".

    Mais:

    Rússia lamenta impacto negativo de fatores externos nas eleições na Venezuela
    Venezuela e Rússia assinam acordo de cooperação durante eleições
    Senado dos EUA acusa Rússia de interferência nas eleições de 2016
    Serviços especiais preveniram atentados terroristas nas eleições presidenciais na Rússia
    Tags:
    direitos humanos, interferência, eleições, eleição, OSCE, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik