07:29 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Fragmentos do avião MH17 durante apresntação de relatório na Holanda

    Rússia só vai reconhecer investigação sobre MH17 se participar do processo, diz Putin

    © Sputnik / Maksim Blinov
    Rússia
    URL curta
    5151

    Moscou reconhecerá os resultados da investigação da queda do avião malaio MH17 malaio somente se participar do processo, declarou o presidente russo Vladimir Putin.

    Em uma coletiva de imprensa, no final da reunião com o presidente francês, Emmanuel Macron, Putin lembrou que apesar Moscou ter feito a proposta de "trabalhar juntos para investigar a tragédia," não concedem acesso à investigação levada a cabo pelo Centro Comum de Investigação da equipe (JIT, em inglês).

    "Para nós reconhecermos o que diz (o JIT), temos que participar plenamente da investigação", disse ele.

    O JIT apresentou nesta quinta-feira (24) os resultados preliminares da segundo investigação da tragédia, segundo a qual o sistema que derrubou o Boeing da Malásia no leste da Ucrânia em 2014 veio das Forças Armadas da Rússia.

    O Ministério da Defesa russo disse que "nunca um sistema antiaéreo das Forças Armadas russas cruzaram a fronteira russo-ucraniana" e afirmou que a investigação de JIT carece de depoimentos de moradores das cidades ucranianas próximas ao local do desastre que dizem que "o qual o míssil foi lançado a partir do território controlado pelas forças armadas ucranianas ".

    Ele também expressou preocupação com o uso de imagens das redes sociais na investigação, "que foram manipuladas".

    Em 17 de julho de 2014, um Boeing 777 da companhia Malaysia Airlines, que levava o voo MH17 de Amsterdã para Kuala Lumpur, foi atingido por um míssil quando sobrevoava a província de Donetsk, no leste da Ucrânia.

    A bordo da aeronave havia 298 pessoas, a maioria holandeses; não houve sobreviventes.

    Mais:

    Investigação sobre MH17 na Ucrânia é tendenciosa, diz chancelaria russa
    Rússia apresenta provas de MH17 ter sido derrubado por mísseis ucranianos, diz Defesa
    Grupo de investigação: sistema de mísseis que derrubou MH17 pertencia às forças russas
    Rússia acusa lado holandês de protelar investigação da catástrofe de MH17
    Austrália revela datas de anúncio dos suspeitos do caso MH17
    Caso MH17: ‘Ucrânia é, ao mesmo temo, um dos suspeitos e membro do grupo de investigações
    Tags:
    MH17, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik