10:44 21 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Policiais montam guarda ao redor da casa do ex-oficial de inteligência russo Sergei Skripal em Salisbury, Inglaterra, em 3 de abril de 2018

    Embaixada russa critica decisão do Reino Unido em negar visto a sobrinha de Skripal

    © REUTERS / Hannah McKay
    Rússia
    URL curta
    616

    A embaixada russa no Reino Unido criticou nesta sexta-feira a declaração do Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido sobre a violação das regras de imigração por Viktoria Skripal, que solicitou visto para visitar a prima Yulia.

    Mais cedo na sexta-feira, a mídia local informou que a embaixada do Reino Unido na Rússia negou um visto para Viktoria Skripal, parente do ex-oficial de inteligência russo Sergei Skripal, que planejava visitar sua prima Yulia no Reino Unido.

    "Esta decisão é lamentável e preocupante. De acordo com uma 'fonte do governo' citada pela BBC, o visto foi negado porque parece que o Estado russo está tentando usar o Viktoria como peão. Isso claramente significa que a decisão foi tirada de considerações puramente política ", disse a embaixada em um comunicado.

    "A maneira normal de corrigir qualquer violação seria a Embaixada Britânica aconselhar a Srta. Skripal nas formalidades necessárias para ajudá-la a cumprir as regras, em vez de negar o visto completamente", continua a  declaração.

    Mais cedo, depois de ter sido negado o visto, Viktoria Skripal alegou em uma entrevista com o Sky News que "os britânicos devem ter algo a esconder".

    O Reino Unido acredita que o ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia foram expostos ao agente nervoso A234 (conhecido como Novichok) na cidade britânica de Salisbury. O governo do Reino Unido foi rápido em acusar a Rússia de envolvimento no acidente. Mais de 25 estados expulsaram diplomatas russos. A Rússia refutou todas as acusações, apontando para a falta de qualquer evidência.

    Tags:
    BBC, Sky News, Embaixada do Reino Unido em Moscou, Viktoria Skripal, Yulia Skripal, Sergei Skripal, Rússia, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik