05:06 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Os palestinos recebem comida durante um protesto na cidade de barracas ao longo da fronteira de Israel com Gaza, exigindo o direito de retornar à sua terra natal, a leste da cidade de Gaza

    Moscou pede que israelenses e palestinos 'se contenham' após relatos de mortes em Gaza

    © REUTERS / Mohammed Salem
    Rússia
    URL curta
    890

    Moscou pediu que palestinos e israelenses se contenham após relatos de que o número mortos em Gaza está crescendo continuamente, informou o Ministério das Relações Exteriores russo. A declaração foi feita após encontro entre o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Mikhail Bogdanov, e o representante do Hamas, Mousa Mohammed Abu Marzook.

    "Uma preocupação profunda foi expressa por parte do lado russo em meio aos relatos do crescente número de mortos na Faixa de Gaza como resultado das medidas do exército israelense para conter os protestos palestinos que começaram em 30 de março, parte da campanha 'Marcha de Retorno'", acrescentou o ministério.

    Os dois lados trocaram opiniões sobre o conflito israelo-palestiniano, salientando a necessidade de alcançar uma paz intra-palestiniana o mais rapidamente possível.

    "A restauração da genuína unidade palestina também deve ter um impacto positivo na situação socioeconômica e humanitária na Faixa de Gaza", acrescentou o ministério, referindo-se à divisão entre grupos palestinos rivais — Fatah e Hamas — há muito tempo em desacordo. sobre o controle dos territórios palestinos.

    ​Enquanto isso, o comício chamado "Marcha de Retorno", dedicado ao chamado Dia da Terra, comemorando o dia de 1976 quando tropas israelenses mataram oito árabes em protesto contra o confisco de terras na fronteira da Faixa de Gaza.

    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Fatah, Hamas, Mousa Mohammed Abu Marzook, Mikhail Bogdanov, Gaza, Faixa de Gaza, Moscou
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik