08:20 19 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Líder do Partido Liberal Democrata, Vladimir Zhirinovsky, na noite da contagem dos votos, em 18 de março de 2018

    Ocidente está desmoronando e por isso ataca a Rússia, diz nacionalista russo

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Rússia
    URL curta
    12161

    As nações ocidentais precisam do atual conflito com a Rússia para consolidar a região diante da crise dos imigrantes e do iminente colapso da União Europeia (UE), disse o líder do Partido Liberal Democrata da Rússia.

    "A União Europeia está desmoronando. Como eles podem evitar isso sem uma ameaça externa? Eles precisam de algum fator de medo", escreveu Vladimir Zhirinovsky em seu mensageiro Telegram na terça-feira.

    "Eles não têm mais medo do mundo islâmico, existem milhões de refugiados de países árabes e da África que vivem na Europa. A China está longe demais. A Rússia é tudo o que resta", explicou.

    "Além disso, os EUA se beneficiam de toda essa situação. Se a Europa permanecer instável, fundos do mundo inteiro serão despejados nos Estados Unidos. Um efeito semelhante foi registrado na época da Segunda Guerra Mundial, que foi principalmente travada em território europeu", observou o político russo.

    O comentário de Zhirinovsky veio logo depois que os EUA, o Reino Unido, 16 países da UE e vários outros países ocidentais anunciaram a expulsão de dezenas de diplomatas russos em resposta à alegada cumplicidade da Rússia no recente envenenamento do ex-espião Sergei Skripal e sua filha Yulia.

    A Rússia negou qualquer papel no incidente e exigiu ver alguma base para as alegações feitas por autoridades britânicas, mas este pedido foi negado.

    Moscou já retribuiu expulsando diplomatas britânicos e anunciou que mais medidas recíprocas serão tomadas contra todas as nações que participarem da campanha hostil.

    Mais:

    Exército estadunidense confessa que vantagem teria Rússia em possível conflito militar
    'Estilo de propaganda nazista': Departamento de Estado dos EUA compara Rússia com monstro
    Rússia promete retaliar após expulsão de diplomatas: 'Vamos responder a essa imprudência'
    Tags:
    diplomacia, político, envenenamento, Partido Liberal Democrata da Rússia, União Europeia, Vladimir Zhirinovsky, Yulia Skripal, Sergei Skripal, Europa, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik