00:10 22 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Incêndio atinge shopping na cidade russa de Keremovo

    'Isso é horrível': testemunhas lamentam tragédia na Rússia em redes sociais (VÍDEO, FOTO)

    © Sputnik / Maksim Kiselev
    Rússia
    URL curta
    Incêndio em shopping na Sibéria (10)
    203

    Um incêndio ocorreu no shopping Zimnyaya Vishnya ('Cereja de Inverno' em português), na cidade russa de Kemerovo, matando pelo menos 37 pessoas, incluindo crianças. A tragédia desencadeou uma onda de postagens nas redes sociais tanto de testemunhas quanto de lamentos, incluindo vídeos e fotos de dentro do prédio.

    Os primeiros relatos sobre o incêndio começaram no início da tarde deste domingo (25) quando a polícia isolou a área e iniciou uma evacuação. Relatórios preliminares revelaram que 4 crianças foram mortas devido a envenenamento por gás.

    Uma fonte dos serviços de emergência informou durante a noite que 69 pessoas ainda estavam desaparecidas após o incêndio, incluindo 40 crianças. Mais tarde, o Comitê de Investigação Russa atualizou o número de mortos para 37.

    Nas redes sociais testemunhas relataram relataram que os alarmes de incêndio falharam quando as pessoas correram em pânico através de espessas nuvens de fumaça. Algumas delas pulando das janelas do edifício.

    AVISO: CONTEÚDO FORTE ABAIXO

    ​"Isso é horrível", escreveu a usuária "annazare4neva": "Um feriado comum. Toda a família decidiu ir ao cinema. Todos se vestiram e saíram. O centro comercial estava cheio de pessoas. Mal se encontrávamos uma vaga para estacionar [...]", "No meio do filme, uma porta se fechou e alguém gritou 'Fogo! Fogo!'", " Não ouvimos nenhum alarme. A multidão então fugiu pela estreita e única saída do local", "A fumaça preta encheu o parquinho infantil e uma sala de cinema. Não conseguíamos respirar [...]. Havia muitas crianças chorando."

    Após o número de mortos ter sido atualizado para 37, o ministro de Emergências da Rússia, Vladimir Puchkov, disse que os bombeiros não conseguiram chegar a vários locais do shopping.

    "Os bombeiros e equipes de resgate estão trabalhando arriscanso as próprias vidas [...] não há acesso a certas salas [do shopping] por causa das altas temperaturas", disse Puchkov.

    No momento em que a polícia iniciou a evacuação, havia relatos de 100 pessoas presas dentro do prédio em chamas. Pessoas presas dentro do shopping em chamas enviavam mensagens para seus amigos e parentes.

    Várias pessoas compartilharam nas redes sociais um print com uma mensagem supostamente enviada por uma garota de 13 anos que estava presa no local. que escreveu: “Estamos no incêndio, talvez seja um adeus. Houve também relatos de crianças ligando do cinema de dentro do shopping para parentes. "Diga à mãe que eu a amava. Diga a todos que eu os amava", disse Vika, uma garota de 12 anos a uma tia antes de a ligação cair, segundo informou a emissora russa KP.

    Fotos de pessoas desaparecidas postadas por parentes começaram a aparecer nas redes sociais.

    Внутри горящего торгового центра в одном из туалетов на втором этаже спрятались несколько человек. Они заложили щели в дверях мокрыми полотенцами. Люди звонят в МЧС и просят их спасти. ⠀ Сколько их там всего, а также сколько они смогут еще продержаться, неизвестно. Пожарные пытаются пройти к ним через дым. ⠀ Фото: Родственники не могут их найти, если вы что-то видели звоните на телефон горячей линии: 8(3842)58-23-33 #кемерово #кузбасс #зимняявишня

    Uma publicação compartilhada por Новости Кузбасса (@kuzbass_news) em 25 de Mar, 2018 às 9:01 PDT

    Na noite deste domingo (25), o Centro Nacional de Gestão de Crises do Ministério de Emergências da Rússia à emissora Rossiya 24. Nenhum relatório oficial foi publicado sobre a causa do incêndio até agora.

    De acordo com as informações mais recentes, mais de 660 pessoas trabalham em atividades de resgate no local. O vice-ministro de Emergências da Rússia, Vladlen Aksyonov, disse que o edifício pode entrar em colapso.

    Tema:
    Incêndio em shopping na Sibéria (10)

    Mais:

    Rússia confirma a morte de 37 pessoas em shopping na Sibéria
    Johnson compara adesão da Crimeia à Rússia com ocupação da Tchecoslováquia pelos nazistas
    Trump: 'Muitos advogados querem me defender no caso da Rússia'
    Fonte militar: Advertências da Rússia detiveram ataque dos EUA ao exército sírio
    Tags:
    incêndio, Centro Nacional de Gestão de Crises do Ministério de Emergências da Rússia, Ministério de Emergências, Rossiya 24, Vladlen Aksyonov, Kemerovo, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik