02:34 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Militar russo nas manobras conjuntas russo-bielorrussas Zapad 2017

    General russo alerta: ações da OTAN perto da fronteira russa são 'destrutivas'

    © Sputnik/ Pavel Gerasimov
    Rússia
    URL curta
    483

    O chefe do Estado-Maior russo, general do exército Valery Gerasimov, descreveu nesta quarta-feira o aumento da atividade da OTAN perto das fronteiras russas como algo "destrutivo e provocativo".

    "Em comparação com o ano passado, a intensidade do reconhecimento aéreo no flanco leste da aliança foi duplicada. A força aérea russa teve que aumentar o número de missões de intercepção em 2,8 vezes para evitar a violação do espaço aéreo do país por aeronaves da OTAN", disse Gerasimov durante o briefing anual para anexos militares estrangeiros em Moscou.

    O general acrescentou que o número de visitas dos navios da OTAN ao Mar Negro aumentou e as capacidades dos elementos da rede de defesa antimíssil dos EUA na Europa estavam crescendo.

    "Todas essas ações estão ocorrendo nas proximidades das fronteiras russas, são destrutivas, provocativas e não contribuem para reduzir as tensões na região europeia", concluiu Gerasimov.

    Neste ano, tropas russas e bielorrusas participaram das manobras Zapad, em setembro. Na mesma época, forças da OTAN realizaram exercícios na Suécia, em um episódio que ambos os lados descreveram como movimentações de defesa.

    Mais:

    Mídia: OTAN arrisca perder membro chave – a Turquia
    Todos os países da OTAN estão sob ameaça dos mísseis norte-coreanos?
    Contornando os acordos: como EUA asseguram presença no mar Negro através da OTAN
    Tags:
    segurança, defesa, fronteiras russas, Zapad 2017, OTAN, Valery Gerasimov, Estados Unidos, Europa, Suécia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik