12:36 25 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    7161
    Nos siga no

    A possível saída do presidente dos EUA Donald Trump do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, sigla em inglês), o acordo nuclear com o Irã, não influirá no cumprimento das obrigações do programa de fornecimentos de armas a Teerã a partir de 2020 por parte da Rússia, disse à Sputnik o senador russo Viktor Ozerov.

    "Existe uma resolução do Conselho de Segurança da ONU que confirma o cumprimento de todas as exigências por parte de Teerã quanto ao programa nuclear. A Rússia cumprirá todos seus compromissos perante o Irã incluindo o programa de fornecimento de armas a partir de 2020", declarou ele.

    O senador sublinhou que se trata do levantamento em 2020 das limitações ao fornecimento de armas convencionais ao Irã, incluindo tanques, veículos blindados, sistemas de artilharia, aviões e helicópteros de combate, navios de guerra e sistemas de mísseis. 

    Ozerov sublinhou que, se os EUA abandonarem unilateralmente o acordo nuclear com o Irã, isso será um sinal para a Rússia de que os EUA podem fazer o mesmo com o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário entre a Rússia e os EUA (INF, sigla em inglês).

    Em 5 de outubro a mídia informou que o presidente dos EUA Donald Trump pretende anunciar na semana que vem o cancelamento do acordo nuclear com o Irã. Ele, em discursos anteriores, já havia manifestado dúvidas quanto à eficiência do acordo.

    O Irã e o grupo P5 + 1 (China, França, Rússia, Reino Unido, Estados Unidos e Alemanha) assinaram o JCPOA para garantir a natureza pacífica do programa nuclear do Irã em 14 de julho de 2015.

    Conforme este acordo, o Irã prometeu abster-se de desenvolver ou adquirir armas nucleares em troca do levantamento das sanções impostas contra Teerã. 

    Mais:

    Irã e Turquia fortalecem laços militares após referendo de independência no Curdistão
    Bagdá anuncia que irá tomar postos de fronteira no Curdistão com ajuda de Irã e Turquia
    Tags:
    relações bilaterais, sanção, armas, JCPOA, Donald Trump, EUA, Rússia, Teerã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar