10:31 24 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Sistema de mísseis Topol na Praça Vermelha, Moscou (foto de arquivo)

    Especialista russo: nosso Topol é uma 'espada' mais forte que o 'escudo' dos adversários

    © AFP 2018 / ALEXANDER NEMENOV
    Rússia
    URL curta
    12523

    O Ministério da Defesa russo realizou um teste do míssil balístico intercontinental Topol. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o especialista militar Aleksei Leonkov opinou que a superação dos sistemas antimíssil modernos é uma tarefa de importância especial para os mísseis russos.

    Anteriormente, o Departamento de Informações e Comunicações do Ministério da Defesa russo informou que a Força Estratégica de Mísseis da Rússia realizou um teste do míssil balístico intercontinental RS-12M Topol a partir do polígono Kapustin Yar, situado na região na cidade russa de Astrakhan.

    "O lançamento teve como objetivo testar uma versão avançada de ogivas instaladas em mísseis balísticos intercontinentais. A ogiva atingiu o alvo designado na faixa de testes de Sary-Shagan [no Cazaquistão] com a precisão desejada", indicou o ministério.

    Os dados obtidos durante o teste serão utilizados no desenvolvimento de meios prospectivos de penetração das defesas de mísseis "inimigos" para uso em mísseis balísticos russos.

    O especialista militar e diretor comercial da revista Arsenal Otechestva (Arsenal da Pátria), Aleksei Leonkov, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, comentou o teste realizado.

    "Foi testada uma ogiva de exercício, sem carga nuclear, mas foram usados os mesmos princípios que se tornarão perspectivos para o uso em nossos mísseis balísticos para modernização deles e fornecimento de novos modelos que atualmente estão sendo desenvolvidas. Trata-se de ogivas que podem atingir velocidades hipersônicas e manobrar, o que dificulta aos sistemas antimísseis os identificar, detectar e derrubar quanto se aproximam do alvo. Assim, o 'escudo' antimíssil, que os nossos adversários possuem, cede perante nossa 'espada'", ressaltou Aleksei Leonkov.

    De acordo com ele, a superação dos modernos sistemas de defesa antimíssil é uma tarefa da importância especial para os mísseis russos.

    "Perto de nossas fronteiras, na Romênia e na Polônia, está sendo ativamente realizada a instalação de sistemas antimísseis. Além do mais, em nossas fronteiras orientais os norte-americanos também estão instalando um sistema de defesa antimíssil. Por isso, a superação de tais sistema de defesa antimíssil é uma tarefa de importância especial para os nossos mísseis balísticos. Acredito que até 2018-2020 […] será iniciado o reequipamento de nossos mísseis balísticos com ogivas mais modernas", ressaltou o especialista militar.

    Topol é um ICBM móvel, projetado nos tempos da União Soviética. Seu primeiro teste foi realizado em 1982 e ele começou sendo utilizado desde 1988.

    Mais:

    Irã realiza teste bem-sucedido do novo míssil balístico (VÍDEO)
    Assista ao momento em que Coreia do Norte lança míssil balístico da terça-feira (VÍDEO)
    EUA realizam lançamento de míssil balístico de médio alcance da costa do Havaí
    Tags:
    defesa, míssil balístico intercontinental, testes, Ministério da Defesa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik