16:00 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    870
    Nos siga no

    A carteira de exportações de armamentos russos em 2017 está na faixa entre US$ 47-50 bilhões informou o Serviço Federal de Cooperação Técnico-Militar (FSMTC) nesta quarta-feira. A metade do valor corresponde às exportações de aeronaves.

    "Estamos com uma carteira de pedidos no valor de US$ 47-50 bilhões. Pensamos que essa tendência continuará", disse o diretor do FSMTC, Dmitry Shugaev, aos jornalistas.

    De acordo com Shugaev, a aviação de combate responde por cerca de 50% das entregas totais, com exportações de armas para forças terrestres atingindo cerca de 30%. Os equipamentos de defesa aérea e equipamentos navais respondem por 20% e 6-7%, respectivamente.

    Shugaev destacou que a Rússia exporta "todos os tipos de aeronaves", amplamente conhecidas nos mercados internacionais. São os modelos Su-30, MiG-29 modernizados, MiG-35 de nova geração, helicópteros Mi-35, Mi-28, Mi-17, Ka-52 e caças de treino Yak-130.

    "Quanto aos sistemas de defesa aérea, o maior interesse é despertado pelo S-400, Tor, Buk, Igla", revelou. Já ao se tratar de blindados, os mais pedidos são os tanques Т-90 e Т-90С, concluiu o diretor do FSMTC.

    Mais:

    Ver o oculto: moscovitas aproveitam chance rara de enxergar armamentos russos de perto
    Lista de compras das Forças Armadas da Rússia foi de quase US$ 3 bi (FOTOS)
    Muito mais que fuzis: Kalashnikov surpreende e apresenta nova arma contra drones
    Que apresentará Kalashnikov no fórum militar internacional EXÉRCITO 2017? (VÍDEO)
    Tags:
    exportações, armamentos, FSMTC, Dmitry Shugaev, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar