02:34 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Policiais em Kratovo

    'Atirador de Kratovo' deixou 2 cartas de suicídio

    © Sputnik/ Maksim Blinov
    Rússia
    URL curta
    0 01

    O "atirador de Kratovo", Igor Zenkov, que matou quatro pessoas na noite de sábado perto de Moscou, deixou duas cartas de suicídio, mas seus conteúdos ainda não foram divulgados, contou aos jornalistas a representante oficial do Comitê de Investigação da Rússia, Svetlana Petrenko.

    "Para estabelecimento dos verdadeiros motivos do crime, serão analisados os estados psicológico e psiquiátrico de Zenkov [através das cartas]", adicionou Petrenko.

    De acordo com ela, os vizinhos de Zenkov disseram que não entraram em conflito com ele. Além disso, ninguém apresentou queixa alguma para a polícia, bem como para órgãos governamentais.

    Uma fonte da polícia contou para a Sputnik sobre o descobrimento de uma carta de suicídio. De acordo com a fonte, Zenkov escreveu estar cansado da vida. A investigação das cartas deve ajudar a determinar os motivos que o levaram a cometer assassinato maciço, destacaram investigadores.

    O atirador tinha 50 anos e morava no vilarejo de Kratovo, localizado a 40 km de Moscou. Zenkov era ex-funcionário do Ministério das Situações de Emergência da Rússia (EMERCOM). Ele teria começado a atirar em pedestres de dentro de sua casa na noite de sábado. Depois, com a chegada de policiais, atirou nas autoridades e jogou granada neles. O "atirador" foi eliminado de madrugada. Quatro pessoas morreram e duas foram hospitalizadas. Além disso, policiais sofreram ferimentos leves. 

    Os investigadores descobriram que o "atirador de Kratovo" esteve várias vezes em áreas de grande perigo, mas nunca chegou a participar de ações de combate.

    O criminoso utilizou armas antigas: uma parte teria vindo da Chechênia, outra – de produção caseira. Vale destacar que Zenkov não possuía licença de uso e porte de arma. 

    Mais:

    Atirador de Orlando era veterano do Exército dos Estados Unidos
    Atirador mata policiais em 'provável atentado terrorista' em Paris (VÍDEO)
    Tags:
    assassinato, atirador, Ministério de Emergência, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik