01:23 17 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente russo, Vladimir Putin, saúda o presidente da câmara baixa do Parlamento russo, Vyacheslav Volodin, durante a Parada da Vitória em 9 de maio de 2017 em Moscou

    Putin: 'Não esqueçamos que liberdade da Europa e paz foram conquistadas pelos nossos pais'

    © Sputnik / Aleksei Nikolsky
    Rússia
    URL curta
    72 anos da Grande Vitória soviética (11)
    53322
    Nos siga no

    A vitória da União Soviética sobre o nazismo ficará para sempre na história da humanidade como o triunfo da razão sobre a barbárie, disse o presidente russo Vladimir Putin durante o discurso tradicional na Parada Militar dedicada ao 72º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista.

    "É nosso dever nos lembrarmos que a vitória foi alcançada à custa de vítimas enormes, insubstituíveis e que a guerra levou milhões de vidas", afirmou Vladimir Putin.

    Segundo ele, "essa tragédia monstruosa não foi prevenida, primeiramente, por causa da ideologia criminosa de supremacia racial, por causa da divisão entre os países líderes mundiais". 

    Vladimir Putin destacou que "o povo soviético fez o impossível", vencendo o nazismo:

    "Nós nunca esqueceremos que a liberdade da Europa e a paz há muito esperada no nosso planeta foram conquistadas pelos nossos pais, avôs e bisavôs", disse o presidente.

    Atualmente, os soldados russos também estão prontos para quaisquer feitos e quaisquer sacrifícios pelo bem do país e de seu povo, destacou Vladimir Putin.

    "Sentimos uma relação próxima com a geração dos heróis e vencedores. Dirigindo-me a eles, digo: vocês nunca terão vergonha de nós", frisou Putin.

    O presidente tem a certeza que não existiu, não existe e não existirá uma força capaz de escravizar o povo russo.

    "[O povo] lutou até a morte, protegendo sua terra natal e fez o impossível – virou o desenvolvimento da Segunda Guerra Mundial, expulsou o inimigo de lá, onde ele ousou entrar na nossa terra, arrasou o nazismo, pós fim às suas atrocidades", afirmou Putin.

    A Rússia sempre estará do lado das forças da paz, com os que escolhem a via de parceria com igualdade de direitos, que rejeitam as guerras por serem contrárias à própria essência da vida e da natureza do homem, adicionou o presidente russo.

    Tema:
    72 anos da Grande Vitória soviética (11)

    Mais:

    Consulado da Rússia homenageia veteranos de guerra em evento no Rio de Janeiro
    Confira a história do soldado japonês que permaneceu na Rússia após Segunda Guerra Mundial
    Veteranos de tropas nazistas invadem as ruas de Riga
    Tags:
    veteranos, nazismo, Segunda Guerra Mundial, Vladimir Putin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar