01:19 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Pesquisa submarina

    Navio nazista é encontrado nas profundezas marítimas perto da Crimeia

    © Sputnik/ Anton Denisov
    Rússia
    URL curta
    41245110

    Uma expedição submarina russa descobriu o lendário navio a vapor, Boy Feddersen, afundado no ano de 1943, durante a Segunda Guerra Mundial.

    O navio, que pertencia às forças alemãs, foi afundado pela aviação soviética quando estava transportando tesouro roubado da península para o porto de Constança, Romênia.

    Em maio deste ano, os investigadores esperam realizar uma análise mais aprofundada do descobrimento, bem como se é possível recapturá-lo para a superfície, informa o jornal Izvestia.

    O navio a vapor Boy Feddersen foi construído em 1914 na Alemanha sob o nome de Anhalt. Em 1932, depois de ter pertencido aos espanhóis e ingleses, foi adquirido pela União Soviética, quando recebeu o nome Jarkov.

    Durante a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha nazista tomou o navio ao invadir o porto de Nikolaevsky, onde os marinheiros do navio tentaram danificá-lo antes de abandoná-lo.

    Em seguida, os alemães deram outro nome para o poderoso navio: Boy Feddersen.

    Lançamento de míssil balístico Minuteman III
    © AP Photo/ Vandenberg Air Force Base
    Mas, em 10 de agosto de 1943, quando o Boy Feddersen e outros navios viajavam de Sabastopol, na Crimeia, para Constança, um grupo de aviões, submarinos e caças-bombardeiros atacaram o navio alemão.

    Assim, um dia depois do ataque, o navio afundou perto da Crimeia a 90 metros de profundidade, onde se encontra há 74 anos. Talvez ele volte a ver a luz dia mais uma vez, saindo, assim, do repouso de anos.

    Mais:

    Potente submarino nuclear russo é convertido em navio de pesquisa
    Navegar é preciso: Marinha portuguesa 'enfrenta' navio russo
    Rússia vai desenvolver navio para limpar Ártico do lixo radiativo
    Senhores dos mares: os mais grandiosos porta-aviões do mundo
    Tags:
    fundo, navio, nazismo, descoberta, pesquisa, Segunda Guerra Mundial, União Soviética, Romênia, Crimeia, Alemanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik