06:47 08 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    4113
    Nos siga no

    O Departamento do Tesouro dos EUA emitiu uma licença que permite algumas operações com o Serviço de Segurança Federal da Rússia (FSB), que havia sido sancionado por sua suposta interferência nas eleições presidenciais dos EUA em 2016.

    O Departamento do Tesouro "autoriza certas transações com o Serviço Federal de Segurança que são necessárias e geralmente inerentes ao pedido de algumas licenças e autorizações para a importação, distribuição ou uso de certos produtos de TI na Federação Russa", observou uma declaração emitida pelo Escritório de Controle de Bens Estrangeiros do ministério.

    Pagamentos de qualquer taxa para o FSB para permissões e licenças não devem exceder US$ 5.000 por ano, de acordo com a norma do Tesouro. A licença também autoriza transações e atividades necessárias para o cumprimento de medidas de ordem pública envolvendo o FSB e cumpre com as regras e regulamentos emitidos pela agência de segurança russa.

    Em 29 de dezembro, os EUA emitiram sanções contra o FSB por suposta interferência russa nas eleições de 2016. Autoridades dos EUA acusaram Moscou de estar por trás de ataques cibernéticos contra sistemas de informática do Partido Democrata para supostamente influenciar o resultado da eleição em favor do atual presidente Donald Trump.

    A Rússia nega as acusações.

    Mais:

    Inteligência dos EUA acusa Rússia de estar por trás do hacker Guccifer e do site DCLeaks
    Será Snowden um agente do FSB russo?
    Putin assina lei regulamentando uso da força pelo FSB
    Tags:
    Escritório de Controle de Bens Estrangeiros, Departamento do Tesouro, Partido Democrata, Serviço Federal de Segurança (FSB), Donald Trump, Estados Unidos, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar