12:59 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    1121
    Nos siga no

    O serviço de segurança fronteiriça deteve um ucraniano que alterou seu nome para entrar na Crimeia, informou a direção do serviço de segurança fronteiriça do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB).

    Barras de dinamite, artefatos explosivos artesanais e granadas encontados durante a detenção de agentes ucranianos que planejavam organizar atentados na Crimeia (Imagem de vídeo do FSB russo)
    © Sputnik / Centro de Relações Públicas do FSB da Rússia
    O fato aconteceu no posto de controle em Perekop, onde agentes do serviço de segurança fronteiriça detiveram um cidadão ucraniano. Por iniciativa do serviço migratório, divulgou-se que até 2019 o cidadão ucraniano está proibido de entrar em território russo.

    O FSB destacou que o homem decidiu ludibriar autoridades russas e solicitou alteração do seu sobrenome para autoridades ucranianas, recebendo um novo documento com outros dados após a solicitação.

    Abriu-se um processo judicial e, até o momento, o ucraniano se encontra detido. Caso seja provada a culpa do transgressor, ele terá que pagar uma multa ou cumprir pena de prisão de até quatro anos.

    Mais:

    Por que Ucrânia testa seus mísseis perto da Crimeia?
    Candidata à presidência da França considera legítima reunificação da Crimeia com Rússia
    Líder da Crimeia sobre manifestação nacionalista: 'É uma tradição de triste memória'
    Tags:
    detenção, posto de controle, Ucrânia, Crimeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar