04:25 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 73
    Nos siga no

    Pelo menos 38 pessoas morreram como resultado das inundações nas províncias setentrionais da Turquia, adjacentes ao mar Negro, informaram autoridades locais.

    O número de mortos por chuvas torrenciais e deslizamentos de lama nas províncias de Kastamonu e Sinop, na costa turca do mar Negro, subiu para 38, disse Fahrettin Koca, ministro da Saúde da Turquia.

    "Deslizamentos de lama e inundações mataram 32 pessoas em Kastamonu e seis em Sinop", escreveu Koca no Twitter. Além disso, 284 pessoas foram afetadas pelo desastre, acrescentou.

    Equipes de emergência têm vasculhado edifícios colapsados, casas inundadas e porões submersos em busca de sobreviventes, relata na sexta-feira (13) a agência norte-americana Associated Press (AP).

    Mais de 1.700 pessoas foram evacuadas até agora, e cerca de 300 assentamentos foram deixados sem eletricidade. Devido à destruição de pontes e danos, o tráfego está bloqueado em várias estradas na área do desastre. Na cidade de Bozkurt, província de Kastamonu, vários edifícios de vários andares desmoronaram devido a fluxos de lama.

    Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia, declarou como zonas de desastre as províncias de Kastamonu e Sinop, mas também Bartın, todas no norte do país, afetadas por enchentes e deslizamentos de lama.

    Além das inundações, o país tem sofrido de incêndios florestais, levando à ajuda de vários países.

    Mais:

    Erdogan: suspeito de começar fogos florestais na Turquia é detido
    Intempéries na Europa: enchentes e tempestades provocam caos e destruição no Velho Continente
    IMAGENS 'apocalípticas' mostram teias de aranha cobrindo vastas áreas da Austrália após inundações
    Tags:
    Turquia, mar Negro, Ministério da Saúde, Twitter, Associated Press, AP, Bozkurt
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar