22:42 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    9383
    Nos siga no

    Pelo menos duas pessoas morreram e cerca de 160 ficaram feridas após o desabamento de arquibancadas em uma sinagoga de Giv'at Ze'ev, um assentamento israelense na Cisjordânia localizado a cerca de cinco quilômetros de Jerusalém, informou a polícia de Israel.

    Supostas imagens da cena circulam nas redes sociais e mostram o que parecem ser centenas de fiéis sobre uma galeria da sinagoga dançando quando o desabamento ocorre.

    O incidente gerou cenas de caos no local, com pessoas tentando deixar a sinagoga. Imagens do lado de fora do prédio mostram ambulâncias e veículos de bombeiros. Segundo os serviços médicos locais, 160 pessoas feridas foram levadas para hospitais, enquanto pelo menos outras 199 sofreram ferimentos leves.

    O culto na sinagoga ocorria na véspera do Shavuot, uma celebração que ocorre 50 dias após a Páscoa judaica. É o segundo dos três principais festivais judaicos, sendo os outros a própria Páscoa e o Sucot. Pelo menos duas pessoas morreram no incidente deste domingo (16), segundo publicou a emissora KAN TV.

    O desabamento na sinagoga ocorre em meio à escalada da violência entre judeus e palestinos em Israel, na Cisjordânia e em Jerusalém. Nos últimos dias a situação se agravou, sendo refletida em confrontos armados na Faixa de Gaza, que já deixaram quase 200 mortos entre palestinos e cerca de dez fatalidades do lado israelense.

    Palestinos reunidos perto de prédios destruídos pelos ataques aéreos em meio ao surto de violência entre Israel e a Palestina, na Faixa de Gaza, 13 de maio de 2021
    © REUTERS / Mohammed Salem
    Palestinos reunidos perto de prédios destruídos pelos ataques aéreos em meio ao surto de violência entre Israel e a Palestina, na Faixa de Gaza, 13 de maio de 2021

    A correlação de forças vem sendo denunciada como desproporcional por organizações de direitos humanos ao redor do mundo. Ao longo do sábado (15), diversos protestos pró-Palestina em capitais europeias foram registrados. Já neste domingo (16), a questão foi abordada em reunião de emergência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

    Mais:

    Israel destrói lança-foguetes a partir do qual o Hamas atacou Jerusalém, anuncia Exército israelense
    Ataque aéreo de Israel destrói prédio com escritórios de mídias internacionais em Gaza (VÍDEO)
    Braço armado do Hamas anuncia cessar-fogo de 2 horas com Israel
    Chancelaria da Arábia Saudita condena 'violações flagrantes' dos direitos palestinos por Israel
    Tags:
    Palestina, Cisjordânia, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar