17:29 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    434
    Nos siga no

    Pelo menos 39 ataques terroristas foram registrados em 24h na província de Idlib, na Síria, conforme levantamento do Centro Russo de Reconciliação para a Síria.

    O grupo terrorista Frente al-Nusra (proibido na Rússia) bombardeou a zona de desescalada de conflitos de Idlib e foi o responsável pelos ataques, segundo afirmou em coletiva o contra-almirante Aleksandr Karpov, vice-chefe do Centro Russo de Reconciliação para a Síria.

    "Trinta e nove ataques de bombardeio das posições do grupo terrorista Frente al-Nusra foram registrados na zona de desescalada de Idlib [...], nas províncias de Idlib (23 ataques), Latakia (12) e Hama (4)", disse Karpov.

    O militar também acrescentou que o número de ataques, de acordo com dados do lado sírio, totalizou 38. Karpov afirmou ainda que nenhum bombardeio por parte de grupos armados ilegais controlados pela Turquia foi registrado no período.

    Blindado russo utilizado durante patrulha conjunta entre militares russos e turcos em Idlib, na Síria
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Blindado russo utilizado durante patrulha conjunta entre militares russos e turcos em Idlib, na Síria

    O Centro Russo de Reconciliação para a Síria foi criado em fevereiro de 2016. As tarefas do centro incluem a assinatura de acordos sobre grupos armados ilegais e assentamentos individuais que aderem ao regime de desescalada de conflitos na região, assim como a coordenação da entrega de ajuda humanitária.

    Mais:

    VÍDEO mostra drone 'kamikaze' russo eliminando alvos na Síria
    Novo comboio militar dos EUA é reportado no noroeste da Síria transportando armas
    Síria: defesa antiaérea repele ataque de Israel na região de Damasco
    Tags:
    Rússia, Idlib, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar