12:40 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2262
    Nos siga no

    O Irã intensifica violações do acordo nuclear internacional de 2015 em uma aparente tentativa de pressionar o atual presidente dos EUA, Joe Biden, a reverter o abandono do acordo de seu antecessor, Donald Trump.

    A Organização de Energia Atômica do Irã anunciou nesta sexta-feira (19) que fará um teste a frio em seu reator nuclear redesenhado de Arak como prelúdio para o comissionamento completo até o final do ano. O porta-voz da entidade, Behrouz Kamalvandi, detalhou que os testes, que geralmente incluem o funcionamento inicial de sistemas de fluidos e sistemas de suporte, ocorrerão no início do ano novo iraniano que começa neste domingo (21).

    "Em outras palavras, avançamos no trabalho na área de combustível, armazenamento, etc.", disse Kamalvandi.

    O anúncio reforça que o Irã seguirá cometendo violações do acordo nuclear de 2015 em uma aparente tentativa de pressionar o atual presidente dos EUA, Joe Biden, para reverter o abandono do acordo por parte de seu antecessor, Donald Trump. Ambos os lados estão em um impasse sobre quem deve agir primeiro para salvar o acordo.

    O governo iraniano havia concordado em fechar o reator de Arak, localizado a cerca de 250 quilômetros a sudoeste de Teerã, sob o acordo de 2015. Foi permitido que ele produzisse uma quantidade limitada de água pesada e Teerã esteve trabalhando na remodelação do reator com a intenção de fazer isótopos para uso médico e agrícola.

    A Agência Internacional de Energia Atômica disse em um relatório aos Estados-membros no início desta semana que o Irã começou a enriquecer urânio em sua usina subterrânea de Natanz com um segundo tipo de centrífuga avançada, a IR-4, cometendo, portanto, uma nova violação do acordo.

    No ano passado, o Irã começou a mover três cascatas, ou clusters, de diferentes modelos avançados de centrífugas de uma usina acima do solo em Natanz para sua Usina de Enriquecimento de Combustível. O país já está enriquecendo urânio no subsolo com centrífugas IR-2m. O acordo só permite enriquecimento com máquinas IR-1 de primeira geração. O Irã está enriquecendo com até 20% de pureza também em outra usina.

    Mais:

    Irã questiona 'tratamento preferencial' de Israel na AIEA, não obstante seu arsenal nuclear
    MRE iraniano diz que tempo está se esgotando para EUA retornarem ao acordo nuclear
    Irã chama novo plano de aumento de estoque nuclear do Reino Unido de 'hipocrisia'
    Irã culpa 'estratégia enganosa' do Ocidente pelo travamento nas negociações nucleares
    Tags:
    Acordo Nuclear Iraniano, acordo nuclear, EUA, reator nuclear, usina nuclear, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar