18:18 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    O governo da Etiópia informou nesta sexta-feira (13) que sua ofensiva militar contra os líderes da província de Tigré estava progredindo com sucesso e que o conflito terminará em breve.

    "Estamos no caminho planejado. Prevemos que o conflito terminará em um período muito curto, pois a ordem tem que ser restaurada e os criminosos presos antes que o diálogo seja possível", disse o ministro das Relações Exteriores e vice-primeiro-ministro etíope Demeke Mekonnen.
    Membros da Força Especial de Amhara retornam à base militar mecanizada da 5ª divisão de Dansha, após lutar contra a Frente de Libertação do Povo Tigré (TPLF)
    © REUTERS / TIKSA NEGERI
    Membros da Força Especial de Amhara retornam à base militar mecanizada da 5ª divisão de Dansha, após lutar contra a Frente de Libertação do Povo Tigré (TPLF)

    Na quinta-feira (12), o primeiro-ministro, Abiy Ahmed, já tinha declarado ter derrotado as forças da Frente Popular para a Libertação de Tigré (FPLT). "A região noroeste de Tigré foi liberada", afirmou o premiê etíope nas redes sociais.

    A organização Anistia Internacional denunciou assassinatos em massa e violações dos direitos humanos na operação militar coordenada por Adis Abeba.

    Primeiro-ministro da Etiópia Abiy Ahmed
    © AP Photo / Mulugeta Ayene
    Primeiro-ministro da Etiópia Abiy Ahmed

    A alta comissária das Nações Unidas para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, declarou nesta sexta-feira (13) em comunicado à imprensa que o conflito corre o risco de ficar fora de controle e se espalhar pela fronteira.

    "Há o risco de que esta situação saia totalmente fora de controle, levando a pesadas baixas e destruição, bem como deslocamento em massa da população dentro da própria Etiópia e através das fronteiras", afirmou Bachelet.
    La Alta Comisionada de la ONU para los Derechos Humanos, Michelle Bachelet
    © AP Photo / Jorge Silva
    La Alta Comisionada de la ONU para los Derechos Humanos, Michelle Bachelet

    A região de Tigré é alvo de uma operação das Forças Armadas da Etiópia após um alegado ataque da FLPT contra forças governamentais. A região foi desconectada de serviços digitais e de Internet, o que impede a confirmação das informações fornecidas por organizações estrangeiras presentes na região, informou a agência Reuters.

    Mais:

    Premiê etíope afirma que ofensiva militar objetiva restaurar ordem em Tigré
    Análogos chineses dos sistemas russos Smerch são flagrados pela 1ª vez na Etiópia (FOTOS)
    Mais de 8 mil etíopes fogem de conflito e se refugiam no Sudão
    Por que a Etiópia está à beira de uma guerra civil?
    Tags:
    província rebelde, forças armadas, conflito, governo, Etiópia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar