05:29 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1214
    Nos siga no

    O incêndio na instalação nuclear iraniana de Natanz, que ocorreu em julho, foi resultado de sabotagem, segundo autoridades iranianas.

    A informação foi divulgada neste domingo (23) pelo porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã (AEOI, na sigla em inglês), Behrouz Kamalvandi.

    "A investigação confirmou que foi sabotagem", disse Kamalvandi, conforme citado pelo canal de TV Al-Alam.

    O porta-voz da AEOI acrescentou que mais detalhes serão anunciados em momento oportuno.

    Reator atômico na usina nuclear de Bushehr, no sul do Irã (foto de arquivo)
    © AFP 2020 / ATTA KENARE
    Reator atômico na usina nuclear de Bushehr, no sul do Irã (foto de arquivo)

    Em julho, uma grande explosão atingiu a usina nuclear iraniana de Natanz, utilizada para enriquecimento de urânio. Após o incidente, não foram relatados casos de vítimas fatais ou vazamentos de materiais radioativos na instalação.

    Alguns meios de comunicação locais atribuíram a explosão a uma suposta sabotagem de Israel. As autoridades iranianas não confirmaram as alegações e disseram que os resultados da investigação seriam revelados posteriormente.

    Mais:

    Irã anuncia desenvolvimento de novo míssil de cruzeiro de longo alcance
    Sem acordo nuclear, Irã ameaça reabrir usina de enriquecimento de urânio
    Explosão é reportada em usina elétrica no centro do Irã
    Tags:
    Israel, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar