13:11 02 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    103
    Nos siga no

    Neste sábado (30), dois funcionários da emissora afegã Khurshid morreram devido a uma explosão que atingiu o veículo em que eles viajavam.

    Segundo o diretor da emissora, Rafi Sediqqi, outras seis pessoas ficaram feridas após a explosão, sendo que dois se encontram em estado grave. Os feridos foram levados para o Hospital de Emergência de Cabul.

    Conforme publicou a agência Tolo News, a explosão foi causada por um dispositivo explosivo caseiro que atingiu um veículo da emissora.

    Os mortos são o jornalista econômico Zamir Amiri e um membro da equipe técnica, apenas identificado como Shafiq. Não há mais detalhes sobre as vítimas.

    Um veículo da emissora afegã Khurshid após ataque que matou pelo menos duas pessoas em Cabul, em 30 de maio de 2020.
    © REUTERS / Omar Sobhani
    Um veículo da emissora afegã Khurshid após ataque que matou pelo menos duas pessoas em Cabul, em 30 de maio de 2020.

    Ainda segundo detalhou a agência local, nenhum grupo assumiu a autoria do ataque contra os funcionários da Khurshid. O porta-voz do Talibã (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países), Zabihullah Mujahid, negou envolvimento no ataque.

    Sediqqi disse que a emissora não recebeu ameaças recentes, mas ressaltou que o grupo já sofreu ataques terroristas no passado. O diretor afirmou ainda que os ataques deste sábado (30) não vão intimidar os jornalistas afegãos no exercício da atividade.

    Mais:

    Foguetes atingem base aérea dos EUA no Afeganistão
    Atiradores não identificados matam 5 em base dos EUA no Afeganistão
    Após erros no Iraque e Afeganistão, EUA desenvolvem nova doutrina de aprendizado para fuzileiros
    Tags:
    Talibã, Cabul, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar