09:04 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6130
    Nos siga no

    O novo primeiro-ministro do Iraque, Mohammed Tawfiq Allawi, disse neste sábado (1°) que protegerá o país de "qualquer ingerência externa" e não permitirá que se converta em "arena de distintos conflitos". 

    "Prometo proteger o Iraque de qualquer ingerência externa e não permitir que o país se converta em um arena para ajuste de conta de distintos conflitos", afirmou Allawi em seu primeiro discurso. Ele foi designado hoje ao cargo pelo presidente iraquiano, Barham Salih. 

    Sua candidatura foi apoiada pelos maiores blocos do Parlamento. O novo premiê foi ministro das Comunicações do governo de Nouri al-Maliki de 2006 a 2007 e de 2010 a 2012. 

    Desde outubro do ano passado vem ocorrendo manifestações contra o governo no Iraque, as maiores desde a queda de Saddam Hussein em 2003. 

    Segundo o presidente, mais de 600 pessoas morreram e cerca de 50 mil ficaram feridas nos protestos. 

    Os manifestantes pediam a renúncia do governo, a quem responsabilizam pelo desemprego, corrupção e ausência de serviços básicos. 

    Protestos contra indicação de novo premiê

    Apesar do apontamento do novo primeiro-ministro, houve protestos neste sábado contra a indicação de Allawi em algumas cidades do país, como a capital Bagdá. 

    No final de dezembro de 2019, Salih enviou uma carta ao Parlamento declarando que estava disposto a deixar o cargo devido à controvertida situação em torno do posto de primeiro-ministro. 

    As manifestações levaram à renúncia Adel Abdul Mahdi em novembro do ano passado, mas ele permaneceu no cargo até um substituto ser apontado.

    Mais:

    'Dores de cabeça, nada grave': Trump minimiza concussão cerebral de soldados dos EUA no Iraque
    EUA interrompem entrega de armas ao Iraque em meio às tensões com Bagdá
    Gravuras rupestres que escaparam da destruição do Daesh são descobertas no Iraque (FOTOS)
    Bagdá não autoriza Pentágono a implantar sistemas Patriot no Iraque
    Tags:
    Adel Abdul Madhi, Nouri al-Maliki, Barham Salih, presidente, primeiro-ministro, parlamento, Crise, protestos, governo, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar