05:27 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    20623
    Nos siga no

    Militares iraquianos afirmaram que todos os 22 mísseis lançados atingiram a base Ain Al-Asad, que abriga tropas da coalizão liderada pelos EUA e que fica no oeste da província de Anbar, e uma base na capital do Curdistão iraquiano de Arbil, entretanto, não causaram mortes.

    Dois dos 17 mísseis lançados contra base aérea Ain Al-Asad não explodiram, e os outros cinco atingiram a base em Arbil.

    "Alvos iraquianos foram bombardeados por 22 mísseis: 17 mísseis caíram na base de Ain Al-Asad, inclusive dois que não explodiram [...] e outros cinco atingiram a cidade de Arbil e caíram no quartel da coalizão [...]", segundo militares iraquianos.

    Anteriormente, a mídia iraniana informou que os ataques realizados contra as bases que abrigam os soldados norte-americanos haviam deixado ao menos 80 pessoas mortas.

    Foto aérea da base militar Ain Al-Asad, que abriga militares dos EUA no Iraque
    © AP Photo / Nasser Nasser
    Foto aérea da base militar Ain Al-Asad, que abriga militares dos EUA no Iraque

    Os ataques ocorreram depois da ofensiva norte-americana contra o Aeroporto Internacional de Bagdá, que resultou na morte do major-general iraniano Qassem Soleimani e mais 11 pessoas, na última semana.

    Mais:

    Votação unânime do Parlamento do Irã designa Pentágono e subsidiárias como terroristas
    Pentágono contradiz Trump sobre ataques a áreas culturais do Irã
    Irã prepara '13 cenários de vingança' aos EUA pelo assassinato de Soleimani
    Tags:
    base aérea, mísseis, ataque, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar