18:06 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Manifestante com a bandeira do Iraque durante ação de protesto na cidade de Najaf, Iraque

    Iraque: manifestantes incendeiam consulado do Irã pela 2ª vez

    © REUTERS / Alaa al-Marjani
    Oriente Médio e África
    URL curta
    113
    Nos siga no

    Neste domingo (1º), manifestantes incendiaram o consulado do Irã na cidade iraquiana de Najaf.

    Essa foi a segunda vez dentro de uma semana em que o mesmo prédio foi incendiado durante os protestos que tomaram conta do país.

    O prédio do consulado iraniano em Najaf foi incendiado pelo primeira vez na quarta-feira (27), deixando mais de 100 pessoas feridas. Teerã protestou contra o atentado por vias diplomáticas a Bagdá. O ministro das Relações Exteriores do Iraque, Mohamad Alhakim, pediu desculpas oficiais ao chefe da diplomacia iraniana, o chanceler Mohammad Javad Zarif.

    O novo incêndio no consulado iraniano foi noticiado neste domingo pela agência de notícias Shafaq.

    Protestos tomam conta do Iraque

    Desde o início de outubro, protestos de massa tomam conta do Iraque. Os manifestantes exigem a renúncia do governo, assim como reformas econômicas, melhores condições de vida, bem-estar social e medidas contra a corrupção.

    O primeiro ministro do Iraque, Adel Abdul Mahdi, renunciou ao cargo na sexta-feira (29) em resposta aos protestos. O parlamento iraquiano aceitou a renuncia do premiê neste domingo.

    As manifestações deixaram diversos rastros de danos materiais além de ao menos 400 pessoas mortas e milhares de feridos.

    Mais:

    EUA e aliados estão por trás dos tumultos no Iraque e no Líbano, diz Khamenei
    Base com soldados americanos no Iraque é atacada com salva de foguetes Katyusha
    Iraque: quase 50 policiais ficaram feridos ao defender consulado iraniano de manifestantes
    Tags:
    Mohamed Ali Alhakim, Mohammad Javad Zarif, Irã, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar