17:34 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Chanceler russo Sergei Lavrov

    Rússia, Turquia e Irã garantem independência do Comitê Constitucional da Síria

    © Sputnik / Evgeny Biyatov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4151
    Nos siga no

    Os países do formato de Astana - Rússia, Turquia e Irã - farão o possível para que o Comitê Constitucional da Síria atue sem influências externas, disse o chanceler russo Sergei Lavrov.

    "Faremos o que for possível para que os próprios sírios alcancem um acordo sem nenhuma interferência externa", disse Lavrov durante a 16ª sessão anual do Clube International de Debates Valdai, na cidade de Sochi.

    Lavrov também expressou sua expectativa de que a Organização das Nações Unidas (ONU) contribua de maneira imparcial com o trabalho do comitê constitucional.

    Desde março de 2011, a Síria vive em estado de guerra civil com o governo local enfrentando grupos armados de oposição assim como organizações terroristas.

    A solução do conflito é negociada sobre duas plataformas, uma em Genebra, através da ONU e outra de Astana, co-patrocinada por Rússia, Turquia e Irã.

    A decisão de criar um Comitê Constitucional, que prepara uma reforma da Constituição da Síria, foi o principal resultado do Congresso de Diálogo Nacional Sírio, que ocorreu no fim de 2018, em Sochi.

    Mais:

    Assad: 'Ocidente não participará da restauração da Síria, simplesmente não o permitiremos'
    Putin considera inadmissível dividir a Síria em áreas de influência
    Guterres anuncia formação do Comitê Constitucional da Síria
    Síria promete defender soberania diante de planos da Turquia
    Turquia perde paciência com os EUA e ameaça dar próprios passos na Síria
    Tags:
    Clube Valdai, Sochi, ONU, Irã, Turquia, Rússia, Astana
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar